Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

29 de maio de 2009

Lula faz campanha eleitoral no Rio

Durante entrega de obras no conjunto de favelas do Alemão, no Rio, o presidente Lula voltou a afirmar, nesta sexta-feira, que está impedido de falar em campanha. No entanto, disse: “Todo mundo sabe que nós vamos ganhar a eleição de 2010”. Se isso não é propaganda eleitoral, somente o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) poderá definir do que se trata;

Acontece que no último dia 14, o (TSE) isentou o presidente Lula e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, da acusação da oposição de fazerem campanha antecipada durante o Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas, realizado em Brasília nos dias 10 e 11 de fevereiro deste ano. Se algum partido da oposicionista entrar agora com alguma representação, não se sabe qual será a posição do TSE;

Ignorando a legislação eleitoral, Lula ainda disse: “Eu não preciso falar, mas todo mundo sabe que nós vamos ganhar as eleições de 2010. Quando chegar a hora certa, nós vamos para a disputa. E nós temos que ter clareza. Temos que aprender a ver quem é aquele que vai chegar na hora e vai prometer o céu e quem aquele que vocês sabem que está junto de vocês”;

Para configurar que se tratava de comício, o público respondeu em coro de “Dilma, Dilma, Dilma”. O presidente pegou uma rosa, de um arranjo que ornamentava o palco, se dirigiu a Dilma, sua candidata à sucessão, e segurando sua mão, entregou a rosa e fez com que ela se levantasse para receber os aplausos. Mais cedo, durante visita a obras no complexo de Manguinhos, também no Rio, Lula já havia brincado com o público ao afirmar que não é ele quem fala em campanha nos eventos, mas o povo;


Entusiasmado com o clima de comício, Lula fez mais uma declaração típica de campanha eleitoral: “Espero que a profecia que diz que a voz do povo é a voz de Deus esteja correta nesse momento”, dizendo também que é preciso "não eleger mais vigaristas", deixando dúvidas sobre de quem se tratava. Certamente ele fazia referência aos seus antecessores, pois recentemente não livrou nem a cara de um imperador.

3 comentários:

  1. Ele vive fazendo campanha pra ela. O próprio PAC, na minha OpiniãoInútil, é uma campanha a favor dela.

    E alguém ta fazendo alguma coisa? Não sei porque mas a resposta dessa pergunta nao me surpreende.


    http://opniaoinutil.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Deveríamos todos enviar email ao Procuradoria Geral Eleitoral denunciando a campanha eleitoral antecipada que o presidente faz ilegalmente. Eu enviei o seguint e mail: "De acordo com o Art. 36 da lei 9.504/97, a propaganda eleitoral somente é permitida após o dia 5 de julho do ano da eleição. Ainda de acordo com o Art. 240 do Código eleitoral a propaganda de candidatos a cargos eletivos somente é permitida após a respectiva escolha pela convenção do partido.

    É público e notório que o Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva vem sistemáticamente fazendo campanha eleitoral para sua sucessão, apresentando a Ministra Dilma Rousseff como candidata ao cargo, num flagrante desrespeito ao diploma legal que regulamenta as eleições no Brasil.

    Solicito a Procuradoria Geral Eleitoral que tome as providências cabíveis denunciado tanto o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva como a Ministra Dilma Rousseff por improbidade administrativa".

    Daqui a dois dias vou cobrar uma resposta. Temos que colocar pressão prá cima do judiciário se não nada acontece.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário