Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

26 de maio de 2009

Governo quer criar a "Bolsa PAC"


O Governo se mobiliza contra a Oposição tentando por todos os meios dominar a CPI da Petrobras, já que não conseguiu impedir a sua criação. Chega até a afirmar que a comissão tem fins eleitoreiros, além de objetivar fragilizar a empresa para depois promover a sua privatização. No entanto, a exemplo da fábula do macaco e da cotia, como que não olhando para o próprio rabo, também faz algo com objetivo exclusivamente eleitoreiro, mas a seu favor;

Ou não é eleitoreira a promessa de acréscimos nos slários de funcionários do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) que exerçam atividades na execução do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, que tem como "mãe", segundo Lula, a ministra Dilma Rousseff? E ele é a candidata do Governo à sucessão do atual presidente;

Nuca antes neste País um funcionario público recebia seus vencimentos para nada fazer. Sempre houve, é claro, o funcionário-fantasma, que não trabaha e recebe assim mesmo, mas para todos os efeitos ele trabahou, pois o seu ponto é integral, como se tivesse comparecido religiosamente à sua repartição. Mas isso é outra história;

É mais um tipo de "Bolsa" criado pelo Governo Lula. Se o cidadão e funcionário, é para ele funcionar e receber o salário previamente estabelecido. Se o salário é pequeno ou está defasado, também é outra história. Essa gratificação da "Bolsa PAC" é uma espécie de suborno, para que, como Lula já afirmou, "as obras do programa sejam mostradas ao povo em 2010", coincidentemente ano de eleições;

Estabelecer gratificações que podem chegar a quase R$ 50 mil não parece ser coisa séria, mas é caso muito sério. O Legislativo, por mais "agachado" que seja ao Executivo, não pode aprovar esse verdadeiro monstro jurídico. Parece que Lula & Cia. não pensam em outra coisa que não seja a eleição de seu/sua sucessor(a), mesmo que às custas de mais um gasto desnecessário, quando tanta coisa precisa ser feita em benefício da população.

Um comentário:

  1. Mas fazer o quê, né? É assim que banda tá tocando nos últimos anos, uai!
    Airton, hoje que me deu conta do título de seu blog e me lembrei da coluna do Waldo de Alencar.
    Abraço

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário