Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

28 de maio de 2009

Sarney anda muito distraído

Peço desculpas pela informação errada que dei. Eu nunca pedi auxílio-moradia e, por um equívoco, a partir de 2008, segundo me informaram, realmente estavam depositando na minha conta auxílio-moradia. Mas eu já mandei dizer que retirassem, porque eu nunca requeri isso e tinha a impressão de que não estava recebendo esse auxilio. Portanto, dei uma informação errada e peço desculpas";


A frase é do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), admitindo que recebia auxílio-moradia, apesar de ter residência própria em Brasília. Ele pediu desculpas por ter informado equivocadamente que não recebia o auxílio-moradia e que nunca havia solicitado;


O interessante é que Sarney não notou que desde o ano passado apareceu um "pequeno acréscimo" de R$ 3.800,00 em seu contracheque do Senado. Só agora é que ele notou que estava recebendo uma importância a que não tinha direito, juntamente com os senadores João Pedro (PT-AM), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Gilberto Gollner (DEM-MT), que moram em apartamentos funcionais, e também recebem o auxílio, no valor de R$ 3.800,00;


Talvez por conta de sua idade já um tanto avançada, Sarney não tenha notado que havia alguns meses que havia em seus vencimentos uma bonificação correspondente a 8,17 salários-mínimos para pagar algo que não comprara nem utilizara. Mas acima de tudo está a tremenda cara-de-pau de Sarney de querer que nós acreditemos nessa deslavada mentira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário