Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

25 de junho de 2012

Até a Corte Suprema do Paraguai respalda afastamento de Fernando Lugo

  • É até mesmo irônico que o Brasil e outros países do Mercosul e da Unasul estejam intitulando como golpe de estado o afastamento de Fernando Lugo da Presidência da República do Paraguai. Causa estranheza a velocidade com que a Câmara dos Deputados (73 votos contra 1) e o Senado(39 a 4) daquele país vizinho afastou Lugo do cargo, mas não há como se negar que tudo foi feito observado os trâmites estabelecido pela constituição paraguaia. Para reforçar a tese da legitimidade dos atos dos parlamentares do Paraguai, a Corte Suprema do país rejeitou hoje a ação de inconstitucionalidade movida na sexta-feira por  Fernando Lugo contra o julgamento político que provocou seu impeachment. A Corte não tomou conhecimento do recurso e rejeitou a ação.sem sequer analisá-la, optando pelo arquivamento da denúncia. Os advogados de Lugo haviam argumentado que o Senado não deu a ele tempo suficiente para se defender no processo;
  • Vê-se, portanto, que os políticos e a Justiça do Paraguai têm a mesma opinião sobre as atividades de Lugo. Daí não se justificar que a presidente Dilma Rousseff e os demais presidentes, em sua maioria os chamados Bolivarianos, estejam tão revoltados com o afastaemento do colega paraguaio. Os presidente que estão protestando são em sua maioria aqueles que 'democraticamente' comandam maiorias parlamentarem que promovem alterações constitucionais aumentando-lhes o tempo de mandato, garantindo reeleições sem limites, aprovando leis que cerceiam a liberdade de imprensa impedindo veículos de informações de lhes fazerem crítica, além de receberem respaldo jurídico de tribunais por eles alterados em suas composições para garantirem 'legalidade' para atos nada republicanos contra quem lhes contrariem os interesses;
  • A própria presidente Dilma Rousseff fazia parte do governo de Lula, que através de grupo radicais de apoio tentam até hoje a aprovação de um tal de 'marco regulatório' da mídia, algo que sobre o disfarce de evitar o monopólio dos órgãos de comunicação tem o objetivo final fazer uma espécie de censura disfarçada objetivando obstruir noticiário que seja desfavorável ao Governo;
  • Os atos que estão sendo propostos com o objetivo de punir o que chamam de 'golpe de estado' terão, infelizmente, reflexos no povo paraguaio. A Venezuela, por exemplo, já teve uma medida tomada pelo 'democrático' Hugo Chávez, que é a suspensão do fornecimento de petróleo venezuelano ao Paraguai, algo que por certo vai causar grandes males à população como um todo, por será certo o aumento da inflação naquele país com a subida de preços que será provocada pela atitude nada 'republicana' de Chávez. A presidente Dilma precisa rever sua atitude, pois estando certos ou não os poderes Legislativo e Judiciário do Paraguai, o maior sofredor por causa das atitudes políticas dos países vizinhos será a camada mais carente da população daquele país;
  • Com o título 'Democracia Representativa', o jornalista e escritor Merval Pereira publicou artigo sobre os acontecimentos no Paraguai. Recomendo que leia aqui, pois ele demonstra de modo claro o que realmente ocorre tanto naquele país vizinho como nos demais que parecem seguir a liderança de Hugo Chávez;
  • Aliás, como tem Fernandos criando problemas para o Governo da presidente Dilma Rousseff!

Um comentário:

Não saia do Blog sem deixar seu comentário