Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

1 de abril de 2009

Planalto também tem "diretores"

O Palácio do Planalto, local de trabalho de Lula, tem 67 cargos de diretores, todos com salários acima de R$ 10 mil. Esses diretores estão distribuídos em 12 órgãos de assessoramento direto ao Presidente, que ganha salário de R$ 11.420,21, ou seja, pouca coisa a mais do que seus "aspones";
É provável que entre esses quase 70 assessores diretos, de livre nomeação, deve haver alguns que tenham real necessidade para os andamentos dos trabalhos da Presidência. Depois que essas informações se espalharam na mídia, a Secretaria de Imprensa da Presidência disse, em nota oficial, que os 67 cargos "não configuram, absolutamente, qualquer inchaço no organograma, muito menos espaço para encaixar a militância", se é que alguém acredita;
Além dos graduados, o Palácio do Planalto abriga 7.254 funcionários ativos. Por causa disso, da verba constante do Orçamento da Presidência para este ano, que é de R$ 6,7 milhões, nada menos que R$ 3,4 milhões são para cobrir a folha de pagamento, além dos encargos sociais;
Sabendo-se que o salário de um Ministro de Estado e de Secretários Especiais, que têm o mesmo
status, ganham R$ 10.748,43, esses 67 diretores, somados aos 37 ministros e secretários, num total de 104, consomem cerca de R$ 1 milhão. Existem ainda 53 cargos chamados de Natureza Especial, também ganhando mais de R$ 10 mil, o que totaliza mais de R$ 1,5 milhão. A final do ano terão sido consumidos quase R$ 200 milhões;
Em plena vigência de uma crise econômica - segundo Lula uma simples "marolinha" -, vê-se que tem muita gente que não vai mesmo sentir seus efeitos, juntamente com os "diretores" do Senado e da Câmara.

Um comentário:

Não saia do Blog sem deixar seu comentário