Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

14 de abril de 2009

Renovação do Senado e da Câmara

O Congresso Nacional - Senado Federal e Câmara dos Deputados - continua na ordem do dia. Todos os dias tem assunto, na maioria deles desagradáveis. Em razão disso, muita gente escreve para os jornais deixando desabafos, alguns dos quais transcrevemos a seguir:

João Martins Simões, do Rio de Janeiro, diz: "...o Senado e a Câmara dos Deputados não representam mais o povo brasileiro, porque só legislam em causa própria e não podem mais responder pelo eleitorado que os elegeu". E ele conclui: "Esclareço que todas as pessoas com as quais discuti este assunto foram unânimes em confirmar a desnecessidade da existência da Câmara e do Senado";

José Carlos de Figueiredo, também do Rio, expõe a seguinte opinião: Hoje, quando um jovem tenta ingressar numa grande empresa privada no numa academia militar das Forças Armadas, tem que provar condições morais absolutamente severas. Se tal fosse feito já nas próximas eleições, muitos que estão hoje no Congresso não poderão se eleger. E outros tantos que já pensam em se candidatar estarão impedidos de fazê-lo";

Benone Augusto de Paiva, de São Paulo, afirma: "Sou favorável ao voto livre e espontâneo, mas não acredito que esse fator possa filtrar a qualidade moral dos candidatos aos vários cargos políticos. Porém, dificilmente as raposas estariam afastadas do galinheiro de ouro";

Alexandre de Oliveira Mendes, do Rio de Janeiro, é bastante enfático: "Convivemos em março com um recorde de notícias sobre o Senado. Fraudes, sonegação, apropriação indébita de dinheiro público, nepotismo e chagamos à conclusão de que os anos se passaram e nada mudou";

Paulo Roberto Ferreira, do Rio de Janeiro, também deu sua bronca: "Este país não tem mais jeito. Onde estão as demissões dos diretores do Senado, que consomem milhares de reais dos contribuintes - alguns cargos poderiam ser administrados até pela minha faxineira. E agora, a Câmara não cortar as mordomias dos deputados, que continuam gastando à vontade, e não precisam comprovar seus gastos";

Aí estão alguns exemplos do que andam pensando os eleitores brasileiros sobre o comportamento dos ilustres senadores e deputados. Certamente também estão pensando a mesma coisa a respeito dos deputados estaduais e dos vereadores. No entanto, de nada adianta fazer manifestações de indignidade quando os fatos acontecem e são divulgados pela mídia. É necessário que comece desde já uma conscientização de que temos que mudar o que está acontecendo;

Uma boa medida seria começarmos a pensar em não reeleger ninguém, dando chance para que novas caras passem a integrar o Congresso Nacional. É importante cortar-se o mal pela raiz. Como esses atuais congressistas não vão mudar a legislação que os beneficia, vamos fazer com os novos parlamentares comecem a exercer suas atividades sem a companhia de verdadeiras "raposas".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário