Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

18 de maio de 2011

Por que Palocci não explica seu enriquecimento?

Palocci não quer explicar?
Um requerimento do líder do PSDB, Duarte Nogueira (SP), para que a presidente em exercício da Casa, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), convocasse uma sessão com o objetivo de votar a convocação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, para falar sobre sua evolução patrimonial foi rejeitado pelos deputados nesta quarta-feira, com 266 votos contra, 72 a favor e 8 abstenções. Rose de Freitas encerrou a sessão imediatamente após a votação porque não havia acordo entre os líderes para determinar a pauta de votação, pois haveria nova sessão no período da tarde. Líderes do governo e do PMDB se reuniram no Palácio do Planalto com o ministro Palocci para avaliar o impasse. Na mesma sessão extraordinária, além do requerimento do líder do PSDB, os deputados rejeitaram outros dois requerimentos da oposição para convocar Palocci;

Como foi amplamente divulgado pela imprensa, Em 2010, o ministro adquiriu, em nome de sua empresa de consultoria, um apartamento de R$ 6,6 milhões e de um escritório de R$ 882 mil em São Paulo. Palocci já se defendeu alegando que outros ex-ministros também tiveram empresas de consultoria, apondando, obviamente, nomes de ex-auxiliares de Fernando Henrique. Outro que defendeu Palocci foi o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmando que as atividades empresariais dele não caracterizariam irregularidades: "Não há problema nenhum em ter exercido essas atividades. O ministro Palocci é um homem competente e não está fazendo nada mais do que os outros todos já fizeram quando deixaram funções públicas. A função pública desaparece, mas ele não deixa de ser o grande conhecedor da sua área”;

Fica para todos uma indagação: por qual motivo o Governo mais uma vez mobiliza sua 'tropa de choque' para evitar uma convocação de auxiliar direto do Governo para esclarecer o País sobre determinados problemas, principalmente quando envolvem dúvidas sobre possíveis favorecimentos através de informações privilegiadas? Sempre alegam que é 'fumaça' da oposição para desestabilizar o Governo. Mas muita gente não pensa assim. Ao impedir a ida de um ministro para melhores esclarecimentos fica evidente que deve existir algo que deva ser escondido;

No que diz respeito a outros ex-ministros de FHC citados por Palocci que fazem consultoria, é bom lembrar que eles não tinham mandato eletivo e estavam totalmente afastados do Governo. Agora, os tempos são outros. Deixando de lado o famoso Lulinha, que viou empresário bem sucedido durante o mandato do pai,não deu ainda para se esquecer do episódio de Erenice Guerra e seus filhos, levando a sucessora de Dilma na Casa Civil e ser exonerada do cargo. Quem não não tem medo, certamente não tem nada a temer, o que não parece ser o caso de Palocci.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário