Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

9 de dezembro de 2011

Defendendo governos de Lula e Dilma, líder do PT ataca FHC

“Nós temos reforçado as instituições do Estado desde o governo do presidente Lula. Hoje há certeza de que o Judiciário e o Legislativo são independentes”, disse o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Teixeira (SP), em resposta às críticas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao PT na sabatina Folha/UOL realizada nesta sexta-feira, negando que a permanência dos petistas no poder tenha “deturpado as instituições”, como afirmou FHC. Para o parlamentar, foi Fernando Henrique quem enfraqueceu órgãos de Estado por cálculo político. “Não esquecemos que no Ministério Público havia um ‘engavetador-geral da República’, que nada investigava. A Polícia Federal se prestava ao papel de perseguir adversários. No tempo dele a corrupção rolava solta, sem reprimenda”;

Parece que o líder do PT surtou. Os fatos dão razão a FHC, para quem os casos de corrupção que marcaram a história recente do Brasil só ficaram conhecidos “por gestos”, ainda que com a economia de pano de fundo. “Mas a questão é política. Por que o mensalão ficou conhecido? Porque o então deputado federal Roberto Jefferson teatralizou o mensalão”, disse o ex-presidente. Como se recorda, Roberto Jefferson denunciou, em 2005, um esquema de pagamento de mesadas a deputados da base aliada ao governo Lula e abriu uma crise política que se arrastou até o fim do mandato do petista, custando a cabeça do então todo-poderoso chefe da Casa Civil, José Dirceu, que ,com Jefferson, acabou cassado pela Câmara dos Deputados;

Sobre sua relação com Lula, FHC disse na entrevista que tanto o governo dele quanto o do petista foram 'marcos históricos para o Brasi'. “Certamente nós dois ficamos mais tempo governando, marcamos presença e marcamos a história contemporânea do Brasil”, afirmando, na sequência, que tem uma relação antiga e pessoal com Lula. Quanto ao PT, contudo, o tom das palavras de FHC foi menos amigável:  “O PT, ao ocupar o Estado, deturpou muito as instituições, e aí, divergimos profundamente”;

O líder do PT está no seu papel, que é o de sempre defender seu partido e seus integrantes, mesmo que para isso tenha muitas vezes que defender o indefensável. Em menos de um ano caíram seus ministros sob suspeita de 'malfeitos', com diz a presidente Dilma Rousseff , já tendo mais dois da 'fila de espera', com sérios riscos de não participarem da ceia de Natal no Palácio da Alvorada. Nunca antes na história deste País houve tantos casos de corrupção mas que só vieram à tona graças ao trabalho da imprensa divulgando quase todas as semanas, nos últimos meses,casos envolvendo ministros, auxiliares diretos e ONGs vinculadas aos partidos dos ministros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário