Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

20 de dezembro de 2011

Dilma continua blindando Pimentel, que viaja outra vez com ela

A presidente Dilma Rousseff dá mais uma demonstração de que cuida da blindagem do ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel desde que 'O Globo' revelou suspeitas de prática de tráfico de influência em suas atividades de consultoria, que lhe renderam R$ 2 milhões em 2009 e 2010. Ele viaja hoje ao Uruguai ao lado dela para participar da Reunião de Cúpula do Mercosul. O objetivo da reunião é declarar 2012 como o Ano da Erradicação da Pobreza Extrema e da Fome na região. Além de Pimentel, fazem parte da restrita comitiva presidencial a Montevidéu o ministro Aloizio Mercadante, de Ciência e Tecnologia, Marco Aurélio Garcia, assessor especial de Assuntos Internacionais e o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, que já está no Uruguai;

A viagem de Pimentel está sendo interpretada como mais uma forma de afastá-lo da imprensa brasileira, como aconteceu na sua viagem para Genebra, Suíça, na delegação que foi participar de uma reunião de Cúpula da Organização Mundial de Comércio (OMC), da qual o protegido de Dilma não compareceu a nenhum evento. A presidente Dilma Rousseff tem sido a mais forte defensora de Fernando Pimentel, chegando ao ponto de declarar mais de uma vez que as atividades do ministro não têm relação com seu governo, com ele seguindo sua rotina, já tratando de sua agenda para janeiro. A notícia está na edição de hoje e no site de 'O Globo'. Ontem, Pimentel despachou no seu gabinete e, segundo assessores, não passa por sua cabeça deixar a pasta;

No meio da tarde, Pimentel divulgou nota curta, na qual dizia que eram improcedentes informações publicadas pelo jornalista Ricardo Noblat dando conta de que, em um encontro com a presidente, ele teria ponderado que seria melhor sair do governo. Segundo a coluna de Noblat, a presidente teria rejeitado a proposta, alegando que não seria pautada pela imprensa. Pimentel divulgou uma nova nota, desta vez mais detalhada, afirmando: "O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior esclarece: Jamais houve o aludido diálogo entre a Presidenta da República, Dilma Rousseff, e o ministro Fernando Pimentel, no qual, segundo o jornalista, o ministro teria cogitado sua demissão. O ministro Fernando Pimentel refuta qualquer ilação e segue trabalhando normalmente". Ricardo Noblat, no entanto, reafirmou a procedência da informação;

Um comentário:

  1. Tão dizendo que é amor antigo e que o casamento já está marcado tão intensa a relação.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário