Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

21 de agosto de 2011

Isso tudo é 'armação da imprensa', ministra Ideli?

Outro mensalão, ministro?
Para os militantes do PT e também para os seguidores de Lula, as denúncias quase diárias de falcatruas cometidas por ministros e auxiliares diretos, em sua maioria indicados pelo ex-presidente para serem nomeados pela presidente Dilma Rousseff, são parte de uma campanha articulada pelo que chamam de PIG - Partido da Imprensa Golpista. Há poucos dias mesmo o ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, chegou a usar a expressão "armação da imprensa" a divulgação de fatos que levaram um ministro a pedir demissão do cargo em face do seu total envolvimento com a maracutaia divulgada. Neste fim de semana, a revista 'Veja' divulga matéria segundo a qual o Ministério das Cidades estaria oferecendo mesada em troca de apoio. A revista informa que por causa da guerra para retomar o controle do PP, o ministro Mário Negromonte teria oferecido pagamentos de R$ 30mil a parlamentares do partido;

 Diz "Veja' que o ministro Negromonte estaria transformando o Ministério das Cidades "num apêndice partidário e usando seu gabinete para tentar cooptar apoio" e que segundo relatos dos deputados que foram convocados para reuniões na pasta, as ofertas em troca de apoio incluem uma mesada de R$ 30 mil para quem aderir. O PP é o terceiro maior partido da base aliada, com 41 deputados e 5 senadores, controlando há anos aquele ministério, que dispõe de um orçamento de 22 bilhões de reais, gerindo programas de forte apelo eleitoral em quase todos os Estados. Depois do PR, vítima de uma total 'faxina' com uma exoneração em massa que foi do ministro até auxiliares muito próximos dele, além de toda a estrutura do Dnit, surgiram também denúncias envolvendo o PMDB e o PT, chegando agora a vez do PP, partido do senador Francisco Dornelles (RJ) e também de Paulo Maluf (SP);

Casal de ministros está 'enrolado'
Já a edição deste fim de semana da revista, na qual afirma que o ministro foge de pergunta sobre o uso de avião de empreiteira que faz obras públicas e financiou campanha da mulher, Gleisi Hoffmann, ministra da Casa Civil de Dilma Rousseff. Diz a 'Época' que por quatro vezes nos últimos 40 dias, a revista perguntou a Paulo Bernardo sobre suas eventuais viagens em um avião particular quando exercia o cargo de ministro do Planejamento no governo Lula. O avião é identificado com um King Air, matrícula PR-AJT, pertencente ao empresário Paulo Francisco Tripoloni, dono da construtora Sanches Tripoloni. Em nenhuma das ocasiões, Paulo Bernardo respondeu à pergunta;

Até aí, nada demais. O problema, segundo a revista, está no fato de que como ministro do Planejamento de Lula, Paulo Bernardo mostrou um empenho especial na construção do Contorno Norte de Maringá, no Paraná – uma obra tocada pela empreiteira Sanches Tripoloni, que já custa o dobro de seu preço original. Relata a revista: "Inicialmente, Bernardo ajudou a liberar verbas para a obra, destinadas por meio de emendas parlamentares ao Orçamento da União. Depois, Bernardo conseguiu incluir a construção do contorno no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o que livrava o empreendimento da dependência de emendas parlamentares, sempre sujeitas a contingenciamentos e cortes orçamentários";

Para deixar Dilma Rousseff em maus lençois, a 'Época' informa: "Na campanha eleitoral de 2010, a empreiteira e seus donos fizeram doações de R$ 7 milhões, especialmente para o PR, que comandava o Ministério dos Transportes, e o PT. No Paraná, eles doaram R$ 510 mil para a campanha da ministra Gleisi Hoffmann ao Senado. O deputado estadual Ênio Verri, do PT do Paraná, que foi chefe de gabinete de Paulo Bernardo no Ministério do Planejamento, também foi beneficiado por uma doação".Aí estaria mais fatos comprovando que Lula deixou para sua sucessora uma robusta 'herança maldita'. Afinal, Paulo Bernardo é mais uma das indicações do ex-presidente;

Aliás, por falar em 'herança' de Lula, será que os filhos 'diplomatas' do ex-presidente já devolveram os passaportes a que não têm direito, ou ainda prevalece o que disse um deles que tudo era trama do tal PIG?

Um comentário:

  1. Aliás, já copiei sua idéia, e também estou utilizando a imagem "Corrupção: basta!!!" na barra lateral do Dando Pitacos.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário