Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

20 de agosto de 2011

Dilma é responsável por muito 'lixo', mas o povo quer 'faxina'

Por causa dos escândalos denunciados pela imprensa e que atingem o Governo de modo até certo ponto devastador, causando a queda de quatro ministros e alguns auxiliares superiores de cada pasta, o tema 'faxina' tem dominado o noticiário diariamente, acontecendo até alguns fatos políticos que podem ser considerados como inesperados, como foram a criação de uma frente parlamentar no Senado Federal de apoio às medidas moralizadoras da presidente Dilma Rousseff, além do pronunciamento do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também de apoio à presidente e ainda dizendo-se contrário à criação da CPI da Corrupção. Mas até agora o que se viu foi a 'faxina' praticamente total no Ministério dos Transportes, principalmente no Dnit, cuja pasta e demais setores faziam parte da fatia do Governo destinada ao PR em troca do apoio dado na campanha de Dilma e na formação da base aliada no Congresso Nacional. A limpe4za nos Transportes colocou no olho da rua algumas dezenas de dirigentes;

A polêmica sobre a 'faxina' ganhou mais espaço quando as falcatruas denunciadas chegaram a ministério e órgãos do Governo dirigidos por pessoas indicadas pelo PMDB e, em especial, pelo PT, partido da presidente Dilma, que, juntos, são o esteio da base de apoio parlamentar no Congresso Nacional. Muita gente, políticos ou não, protesta contra essa diferença de tratamento par casos idênticos. Parece que Dilma Rousseff não está à vontade para fazer 'faxina', principalmente em órgãos vinculados ao PMDB. E - o que é pior ainda - a presidente está tolhida de agir com rigor, se assim o quiser, em ministérios cujos titulares tenham sido indicados pelo ex-presidente Lula, inegavelmente o responsável pela presença dela na principal mesa do Palácio do Planalto;

Finalmente, ou Dilma age com rigor, passado por cima tanto de Lula como do PMDB, ou então continuará sendo fortemente criticada pela imprensa e por considerável parcela da sociedade, que já começa a se mobilizar através das redes sociais (Orkut, Facebook, Twitter etc.) para exigir a moralização total da política. O resultado poderá se refletir já nas próxima eleições municipais, em 2012, de modo que ainda não se sabe, mas que certamente será através de voto nulo ou em branco, ou ainda promovendo uma enorme renovação já nas câmaras municipais;

A cobrança tende a ser muito forte, porque há muita gente lembrando que Dilma Rousseff tem uma grande parcela de responsabilidade em tudo que vem surgindo ou que ainda vá surgir. Afinal, lembram, ela era a super ministra da Casa Civil desde a queda de José Dirceu, e considerada por Lula como a principal gerente do seu Governo. Daí ninguém de bom senso acreditar que Dilma não tinha conhecimento das maracutaias que seus companheiros de ministério praticavam durante o mandato de Lula. Cabe a ela agora agir com rigor, pois a sociedade ficará do lado dela, incluindo-se aí muita gente que não votou nela, mas que certamente caminhará com ela em 2014, desde que ela demonstre quer ser ela mesma e não aquele 'poste' ao qual Lula se referiu quando lançou a candidatura dela, contrariando os principais líderes do PT. A vassoura está com Dilma. É só dar início à 'faxina'.

Um comentário:

  1. Paulo Bernardo, assim como os outros corruptos que infestam a base do governo, não têm as respostas que a Nação exige por uma razão simples: são corruptos, e corrupto não tem como explicar a corrupção. Não deveriam estar no Congresso, mas na cadeia, o que se pode conseguir com a mobilização da sociedade. Fora isso...

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário