Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

10 de agosto de 2011

Façam suas apostas: qual e quando será o próximo escândalo?

Ideli acusa imprensa de 'armação'
Vamos tentar entender. A imprensa divulga através de todos os seus meios que a Polícia Federal realizou mais de 30 prisões de pessoas ligadas ao Ministério do Turismo, acusadas de desvio de dinheiro público - mais um caso no atual Governo -, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, tem a coragem de falar que tudo se trata de uma 'armação da imprensa' contra o octogenário ministro Pedro Novaes, do PMDB. Como assim? Ao que se saiba, a Polícia Federal não é nenhum órgão de imprensa. Muito pelo contrário. A Polícia Federal é um órgão vinculado ao Ministério da Justiça é foi ela que deflagrou a 'Operação Voucher', que culminou com a prisão de 35 pessoas vinculadas àquele ministério, entre elas o secretário-executivo da pasta, Frederico Silva da Costa, uma espécie de 'vice-ministro', ou seja, a pessoa mais próxima do titular e seu substituto imediato, além do ex-presidente da Embratur, Mário Moysés, ambos acusados de receber propina ;

Confirmando o que havia declarado o então ministro Nelson Jobim, a ministra Ideli demonstrou que é mesmo 'muito fraquinha'. Sem saber o que dizer, porque estava sendo atingido pelos escândalos um ministro componente de uma das 'fatias' do Governo da cota do PMDB, com uma bancada da base aliada composta de 78 deputados e 20 senadores, Ideli tentou jogar a culpa da relação dos desvios na 'irresponsabilidade' da imprensa. E é certo que o PMDB não é nenhum PT, que 'só tem' 40 deputados e 7 senadores. O partido do vice-presidente Michel Temer não pode sofrer nenhuma 'faxina', nos critérios do Governo, e imprensa não deveria ter divulgado as prisões efetuadas pela Polícia Federal, pois se houver 'faxina' no PMDB pode haver prejuízos para a 'governabilidade';

Líder de Dilma critica Justiça e MP
Mais uma declaração estapafúrdia está hoje na mídia. Desta vez, o líder do Governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), teve e capacidade de declarar que houve abuso de poder pelo Judiciário e pelo Ministério Público (MP) na operação no Ministério do Turismo que resultou na prisão de 35 pessoas, resultando na do secretário-executivo do Ministério. Quando essas coisas ocorrem, sempre tem alguém que não sabia, que não é coisa do seu tempo, que veio de administração anterior e assim por diante. Mais uma vez fica comprovado que um verdadeiro 'mar de lama' está com a tubulação explodindo em Brasília e adjacências. Já há quem esteja fazendo apostas sobre qual e quando será o próximo escândalo a ser escancarado para a opinião pública;

Parece que está chegando a hora de o povo tomar posição. Sabe-se que a corrupção no Brasil instalou-se aqui em 1500, mas agora chegou ao seu mais elevado nível de aperfeiçoamento. Continuamos a dizer: CHEGA! O POVO TEM QUE REAGIR!

2 comentários:

  1. TRABALHO

    em seguida SAÚDE

    anote

    só tem batedor de carteira, traficante e terrorista nesta malta que afunda o país.

    ResponderExcluir
  2. A que pontos chegamos...
    Já a Ideli ser fraquinha, acredito que somente a Velhinha da Taubaté é que não sabia...
    essa mulher é uma histérica...
    Que vergonha!!!!

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário