Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

3 de agosto de 2011

CPI dos Transportes parece ser jogo de cena

  • Tanto o Palácio do Planalto pressionou que o senador João Durval (PDT-BA) retirou sua assinatura do requerimento de criação da CPI da Corrupção no Ministério dos Transportes. Antes, o suplente de senador em exercício Ataídes Carvalho (PSDB-TO) também retirou seu apoio à criação da CPI, telefonando em seguida para o líder do partido no Senado, Álvaro Dias (PR), pedindo perdão e revelando ter sido pressionado pelo titular do mandato, João Ribeiro (PR-TO), licenciado para tratamento de saúde, alegando que o filho do titular, deputado federal Sérgio Carneiro (PT-BA), é candidato a uma vaga de ministro do Tribunal de Contas da União;
  • Tais fatos comprovam mais uma vez que a tal 'faxina' de Dilma Rousseff serve para varrer lixos e lixos. Embora a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados tenha aprovado três requerimentos convidando cinco ministros de  Dilma Rousseff para prestar esclarecimentos sobre as denúncias veiculadas pela imprensa nos últimos dias, é certo que trata-se de uma estratégia para diminuir o poder de fogo da Oposição.. Os convites serão feitos aos ministros Paulo Bernardo (Comunicações), Paulo Passos (Transportes), Mário Negromonte (Cidades), Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente). Os cinco requerimentos seriam inicialmente pedidos como convocação, quando o comparecer na audiência é obrigatório. No entanto, houve acordo com a base governista e todos os requerimentos foram transformados em convite, quando o convidado pode marcar dia e hora para comparecer;
  • Toda pressão governista para impedir a criação de uma CPI dá a entender que o Planalto não quer que tudo seja totalmente esclarecido, mesmo que as denúncias tenha provocado quase trinta demissões nos diversos escalões do Ministério dos Transportes. É certo que a oposição teria uma excelente vitrine para ser exposta, mas fica também a desconfiança de que o Governo não deseja que tudo seja revelado, porque certamente vai respingar em muita gente. Mesmo que a CPI venha a ser formada, é certo também que o Governo vai se prevalecer de sua maioria para impor um 'rolo compressor' na formação da comissão, criando todas as dificuldades regimentais possíveis para evitar que figuras muito próximas sejam atingidas. Muitos ainda se lembram da ridícula CPI da Petrobrás, quando seu presidente, o suplente de senador Paulo Duque (PMDB-RJ) fez com que aquela CPI virasse fumaça. Sendo assim, está havendo muita fumaça, mas certamente o fogo vai se apagar brevemente;
  • Hoje já se confirmou o esforço do Governo de evitar uma CPI que apure as falcatgrus do Ministério dos Transportes, que provocaram a queda de quese 30 integrantes daquela pasta e seus órgãos auxiliares. O site 'UOL Notícias' traz a seguinte notícia:

Sarney derruba CPI dos Transportes por falta de assinatura

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), anunciou nesta quarta-feira (3) que derrubou o requerimento que pedia a instalação da CPI dos Transportes.

Das 27 assinaturas necessárias, a oposição conseguiu reunir apenas 25. A decisão de derrubá-la foi lida em plenário no final da tarde.

Ao rejeitar o pedido, Sarney justificou que o requerimento "não atende aos requisitos necessários". Agora, a oposição já avisou que tentará buscar novamente as assinaturas dos parlamentares.

"Lamento profundamente (...). Fica explícito que não há o desejo do governo em promover mudança no modelo de promiscuidade", comentou o líder do PSDB, Alvaro Dias (PR).

Um comentário:

  1. Há anos o Supremo Tribunal Federal tem um suas mãos o processo do mensalão, o maior esquema de corrupção já montado neste pais.

    O STF indiciou por unanimidade, 40 políticos ligados ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva. O Ministros indiciaram estes corruptos com base em provas levantadas pela Policia Federal, pelas Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito e pela Procuradoria Geral da Republica.

    O caso está ficando esquecido. O PT montou um esquema bem montado para desacreditar os relatórios e provas levantados.

    Este caso não pode acabar em pizza como acontece tantas vezes em nosso Brasil. Dinheiro público foi desviado para beneficiar os detentores do poder.

    Não podemos permitir que este caso caia no esquecimento. Precisamos relembrar o povo dos acontecimentos.

    Lutamos com o que podemos, com nossos computadores e com a internet. Para isto criamos um site, Mensalão – Nunca antes na história deste pais - http://mensalao.ning.com/

    Convidamos os amigos a participar deste esforço se juntando a nós neste site.

    Contamos com a ajuda de todos os que querem ver um Brasil onde se valorizem os princípios de ética, honestidade e moral.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário