Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

7 de junho de 2009

Sociedade hipócrita

"Compramos CD pirata, drogas, ingressos nas mãos de cambistas, pagamos flanelinhas, não pedimos nota fiscal, damos esmolas nos sinais, jogamos lixo na rua, trocamos votos por prebendas, fechamos cruzamentos, jogamos no bicho, pagamos segurança e escola particular, plano de saúde, somos passivos, não exigimos as garantias constitucionais e vamos dormir. Com que direito reclamamos do governo. A sentença 'cada povo tem o governo que merece' foi pronunciada em 15/8/1811, por Joseph De Maistre, filósofo e diplomata, crítico da Revolução Francesa, inimigo das repúblicas e defensor das monarquias. Sua intenção era, no fundo, criticar os eleitores e não os maus governos. Afinal, nos processos políticos, quem tem direito de escolher e não sabe fazê-lo deve mesmo ser punido com os desmandos de seu governo".

O título e o texto são de Oswaldo Duarte, do Rio de Janeiro, publicados na seção de carta dos leitores de um diário carioca. Ele retrata uma realidade brasileira. Na relação de Oswaldo cabem ainda outras coisas como furar fila, urinar na rua e outras práticas bem comuns nos dias de hoje. Por causa disso, vivenciamos constantemente o que praticam os detentores de mandato eletivo, fruto do voto "consciente" dos brasileiros;

Um dia, quase lincharam Pelé por declarar abertamente que "o brasileiro não sabe votar". Trata-se de uma verdade que prevalece até hoje, o que se comprova quando vemos um José Sarney ficar eternamente no Congresso Nacional - até presidente da República ele já foi - e ainda eleger filha e filho para Câmara, Senado e Governo de Estado. Renan Calheiros está aí mandando no Senado Federal. Collor é presidente de Comissão importante no mesmo Senado e ainda faz parte de CPI;

A cada dia surge um escândalo que logo dá lugar a outro e o anterior fica esquecido. O povo é por demais passivo. Deixando de lado a rivalidade esportiva, quem dá exemplo é o povo argentino. Quando os políticos saem do prumo, as mulheres vão para frente da Casa Rosada batendo suas panelas, e os homens, aqueles enormes bombos que levam para os estádios, muitas vezes até derrubando presidente;

Já é hora dos brasileiros tomarem algum tipo de atitude, e não precisa ser tão radical como nossos "hermanos". Bastaria o voto consciente, desmentindo Pelé finalmente, dando razão em parte a Joseph De Maistre, mas tendo na realidade um governo que merecêssemos, bastando para isso votar para mudar e não "em troca de prebendas", como bem disse Oswaldo Duarte. Só assim deixaremos de ser uma sociedade hipócrita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário