Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

19 de junho de 2009

Sarney, o "traz-parente"

Informa Ricardo Noblat em seu blog que um serviçal da família Sarney é funcionário do Senado. Trata-se de Amauri Machado, que era - e ainda é - uma espécie de faz tudo do presidente do Senado: motorista, carregador de mala (no bom sentido), eventual babá dos netos do senador José Sarney (PMDB-AP), ajudante de ordem, entregador de encomendas e até macumbeiro. Vez por outra faz despachos em lugares ermos. Sarney é supersticioso e dá valor a quem diz ter acesso a entidades superiores;

Ricardo Noblat revela que Amauri trabalhou durante muitos anos com José Sarney e depois de trabalhou com Roseana no gabinete da então senadora. Quando a filha do presidente do Senado assumiu o governo do Maranhão, Amauri ficou lotado no gabinete do suplente dela, o atual senador Mauro Fecury (PMDB);

Daí Noblat referir-se ao senador como o mais "traz-parente", visto que trouxe Amauri para a folha do Senado; trouxe a sobrinha Vera Portela Macieira Borges para o gabinete do colega Delcídio Amaral (PT-MS); no último dia 16, pediu a Delcídio a devolução da sobrinha; trouxe há seis anos a cunhada Shirley Duarte Pinto de Araújo, que saiu do gabinete de Roseana em 8 de abril passado;

O blog relata que Sarney lava as mãos quanto aos outros parentes próximos ou distantes que acabaram como servidores do Senado, nada menos que um neto, uma nora, outra sobrinha e uma prima de Jorge Murad, marido de Roseana Sarney;

Vê-se, portanto, que Sarney tem transformado o Senado numa extensão de sua família, mesmo alegando não saber de nada, talvez a razão de receber apoio de Lula, também mestre em nada saber do que acontece até em gabinete ao lado do seu no Palácio do Planalto.

Um comentário:

  1. O máximo de punição que Sarney terá será a perda da presidência do senado. Entrará um PTista ou um tucano com discursos de transparência e tudo mais e o caso será abafado. Lembra do Renan?!?
    Bola pra frente que 2010 é ano de eleição...

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário