Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

26 de novembro de 2015

Delcídio esperneia e desenterra casos já esclarecidos

  • O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a inclusão do nome do advogado Edson Ribeiro, na lista da Interpol. O advogado era defensor de Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras e teve a prisão determinada ontem pelo Supremo na operação que prendeu também o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), o banqueiro André Esteves, dono do Banco BTG Factual, e o chefe de gabinete do senador, Diogo Ferreira. A Interpol já localizou o advogado nos Estados Unidos e deve ser preso pela polícia assim que o governo brasileiro encaminhar os documentos necessários;
  • Sentindo o barco afundar e o abandono do PT e do Governo, Delcídio esperneia e procura uma série de justificativas para ver se fica melhor na foto. Em uma das gravações usadas no pedido de prisão do senador petista Delcídio do Amaral, que já foi filiado ao PSDB, afirma que o empresário Gregório Marin Preciado, casado com uma prima do senador tucano José Serra, está "atrás" do lobista e delator Fernando Baiano. O senador prisioneiro também desenterra uma reportagem da revista 'Veja' de 24 de julho deste ano afirmando que Romário teria uma conta milionária no banco BSI, com sede em Lugano, na Suíça, e não a teria declarado ao Fisco. Em agosto, o senador Romário apresentou um documento do BSI que afirmava que o extrato apresentado pela Veja era falso. Em seguida, a revista publicou um pedido de desculpas formal ao senador;
  • Talvez pelo histórico de algumas mortes de pessoas que se continuassem vivas causariam problemas a figurões do PT, Cerveró foi transferido do Complexo Médico-Penal, localizado na região metropolitana da Curitiba, onde estava preso, para a Superintendência da Polícia Federal (PF) na capital paranaense. Segundo a superintendência da PF, a transferência de Cerveró, feita no fim da tarde de ontem, foi por motivo de segurança e atendeu a um pedido encaminhado pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário