Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

27 de julho de 2011

Contra corrupção, é só Dilma acender um pavio. O povo a apoiará

"Onde estão os jovens caras-pintadas, que não saem às ruas promovendo passeatas contra a corrupção dos políticos, a maior dos últimos tempos, com denúncias surgindo na imprensa diariamente"? A pergunta é encontrada todos os dias em blogs, sites, redes sociais e cartas de leitores de todos os jornais. Alguém já lembrou que está havendo necessidade de que um pavio seja aceso para que haja uma explosão de revolta contra este estado de coisas. Como se recorda, quando começaram a pipocar as acusações contra o então presidente Collor, este apelou ao povo para que saísse às ruas, vestindo roupas verdes e amarelas, para defendê-lo das acusações. O tiro saiu pela culatra. Os jovens saíram vestidos de preto e acabaram por provocar a queda do ex-presidente. Agora, cabe à presidente Dilma levar adiante uma verdadeira 'faxina', sem livrar a cara de qualquer partido da 'base aliada', e chamar a população a apoiá-la. Diferentemente do que aconteceu a Collor, certamente o povo ficará do lado dela;

Dilma Rousseff tem uma grande oportunidade de apagar definitivamente a imagem de 'poste' de Lula que lhe foi atribuída pelos opositores, segundo os quais ela estaria no Palácio do Planalto apenas 'esquentando a cadeira' para um possível retorno do ex-presidente, seu 'patrocinador'. Dependendo de qual atitude vier a tomar, principalmente se exigir 'ficha limpa' para todos seus auxiliares diretos e dos escalões superiores, com certeza o povo sairá às ruas e inibirá os fisiológicos de continuarem sedentos por cargos em órgãos de orçamentos polpudos, principalmente aqueles que o ministro das Comunicações, Paulo Renato, diz ser impossível de controlar. As chantagens certamente não serão levadas adiante e a governabilidade será garantida pelo povo. Até a Oposição ficaria sem discurso;

Está na hora, então, da presidente Dilma agir com rigor. Se assim fizer, a 'cadeira esquentada' para Lula no Palácio do Planalto só estaria disponível em 2018. É certo que Lula não gostaria da ideia, mas o Brasil teria muito a lucrar. Está nas mãos de Dilma Rousseff o fósforo. É só ter coragem de acender o pavio.

2 comentários:

  1. Mas como ela vai fazer isso se é parte da coisa?!!! Só se ela surtar.

    ResponderExcluir
  2. OLÁ PONTO & VIRGULA.
    POSTEI SUA MATÉRIA NO MEU BLOG (CITANDO À FONTE, MAS GOSTARIA DE SUA PERMISSÃO PARA POSTAR OUTRAS.

    ABS DO
    betocritica.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário