Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

20 de julho de 2011

Como ficam as vítimas das enchentes do RJ?

O site da UOL compara onde se rouba o povo ou não
Não dá para entender. Quer dizer, então, que a Controladoria Geral da União (CGU) constata que houve desvio de dinheiro público destinado à recuperação da cidade de Teresópolis por causa das enchentes de janeiro e determina que o dinheiro seja devolvido à União? É isso mesmo? Não pode ser! E a quadrilha montada na Prefeitura daquela cidade serrana fluminense? Ninguém vai preso? Os punidos são exatamente os que foram prejudicados com a perda de seus bens, principalmente aqueles que ficaram desabrigados? Isso não está corrreto. O que deve se fazer é punir rigorosamente os autores dos desvios, devolvendo imediatamente o dinheiro em que 'meteram a mão', mas que se corrija o destino do dinheiro e que as obras e os benefícios das principais vítimas seja logo aplicado naquilo a que foi destinado;

Durante a tragédia houve uma emocionante mobilização para fazer doações para as vítimas das enchentes. Chegou até a sobrar roupa e agasalhos. Até de outros estados chegaram doações, colhidas com bastante entusiasmo, notando-se a participação de gente de todas as faixas de idade. A Região Serrana do Rio de Janeiro continua passível de novas enchentes e deslizamentos. Depois dessas notícias fica a dúvida se haverá a mesma demonstração de solidariedade, pois prevalece agora a dúvida se as doações de janeiro chegaram às mãos de quem necessitava. Espera-se que no caso de nova necessidade, o povo não deixe de se solidarizar com possíveis vítima. Que cada um faça sua parte, principalmente as autoridades, não roubando nem deixando roubar;

Nesta quinta-feira, às 18 horas, haverá em Teresópolis um protesto contra a fraude na utilização da verba destinada às enchentes que arrasaram aquele município. Como consequência dos protestos anteriores, uma CPI  foi formada na Câmara local contra o prefeito petista Jorge Mário. O que não pode acontecer é punir as vítimas, deixando à solta os culpados pelos desvios, que no caso de Teresópolis e das outras cidades serranas do RJ. No mais, cabe sempre protestar e exigir que sejam punidos esse ladrões desumanos. E no ano quem vem, que eles sejam 'punidos' nas urnas, sendo definitivamente afastados da vida pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário