Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

7 de outubro de 2016

Teori Zavascki inclui Lula no inquérito principal da Lava-Jato

  • A vida não tem sido nada fácil para o ex-presidente Lula. Além da cassação do mandato de Dilma Rousseff e da derrota  geral sofrida pelo PT nas eleições municipais de domingo passado, mais um processo lhe dá dor de cabeça. O ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), promoveu quatro fatiamentos do principal inquérito comandado pelo juiz Sérgio Moro em tramitação naquela Corte, incluindo neles Lula e o ex-presidente da Câma dos Deputados, Eduardo Cunha. Convém ressaltar que os inquéritos em questão investigam a existência de uma autêntica formação de quadrilha  que tinha como principal objetivo cometer fraudes na Petrobras. A constante alegação do ex-presidente e seus seguidores afirmando que as denúncias de petistas nas falcatruas faz parte de ação seletiva por parte dos procuradores do Ministério Público Federal (MPF) acaba de perder efeito. A Polícia Federal (PF) anunciou que vai investigar a denúncia de que aconteceu suborno na Petrobras durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. Isso prova que a Lava-Jato não persegue Lula, o PT e seus aliados;
  • Em verdade, não resta a menor dúvida sobre as ações fraudulentas levadas a efeito pelos acusados. Alguns figurões do PMDB, como os senadores, Renan Calheiros, Edison Lobão e Romero Jucá integram a lista. O PP também integra a "equipe" com o deputado Waldir Maranhão e o presidente nacional do partido, Ciro Nogueira. A lista de ex-ministros dos governos do PT também é bastante intensa. São eles Edinho Silva, Ricardo Berzoini, Jacques Wagner, Antônio Palocci, Erenice Guerra e Henrique Alves e mais outros. No total, são investigadas 30 pessoas, ligadas ao PP, o PMDB tem 24, sendo 9 no Senado e 15 na Câmara. Como não podia deixa de ser, a defesa de Lula alega que ele não cometeu nenhuma ilegalidade. Talvez ele nem saiba, como sempre, o porquê de o ministro Teori Zavascki tenha incluído seu nome nesse fatiamento. Afinal, a pessoa mais honesta do mundo e quase tão popular quanto Jesus Cristo não pode ser envolvida nesse tipo de atitudes nada republicanas. É bem provável que Lula, que indicou e nomeou o ministro cobre dele, por isso, sua falta de gratidão, e que não deveria ter atendido a tal pedido de Rodrigo Janot, procurador-geral da República.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário