Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

19 de outubro de 2016

Eduardo Cunha já está preso. Agora, só faltam Dilma e Lula

  • Enfim, uma boa notícia bastante esperada pela população. O deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB) foi preso esta tarde pela Polícia Federal em Brasília. O pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público Federal (MPF) foi aceito nesta terça-feira pelo juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava-Jato, que determinou a prisão do peemedebista. Após ser detido, Cunha foi levado para o hangar da PF no Aeroporto de Brasília para embarcar em direção a Curitiba, onde estão sendo conduzidas as investigações. A previsão é de que Cunha chegue no final desta tarde à capital do Paraná. Em seu despacho, Moro determinou, ainda, que a PF realize busca e apreensão na residência do ex-deputado no Rio de Janeiro, "com as cautelas devidas para evitar incidentes desnecessários". É bem provável que Cláudia Cruz, mulher Eduardo Cunha, já considerada ré na Lava-Jato também seja presa;
  • Como se recorda, Eduardo Cunha é réu na Lava-Jato por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, e teve seu mandato cassado no dia 12 de setembro. Consequentemente, perdeu foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF), tendo seu processo remetido para a primeira instância da Justiça em Curitiba. A esperança agora é que o prisão de um figurão da política signifique o início de uma série "premiando" outros integrantes da quadrilha que tomou de assalto as estatais brasileiras. Já é tempo de o STF mandar Renan Calheiros (PMDB), presidente do Senado, para atrás das grades em que pêse seu foro privilegiado, da mesma forma que os ex-presidente Lula e Dilma Roussef, sob os quais existem a maior responsabilidade sobre toda essa onda de assaltos aos cofres da União.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário