Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

20 de outubro de 2016

A prisão de Eduardo Cunha tira o sono de muita gente em Brasília

  • A noite de ontem deve ter sido de intensa insônia para muita gente em Brasília. A prisão preventiva do ex-deputado Eduardo Cunha fez com que muita gente se lembrasse de uma declaração dele numa reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados quando se votava parecer indicando a cassação de seu mandato, o que aconteceu no plenário: "Hoje, sou eu. É o efeito Orloff. Amanhã, vocês". Como resultado dessa amarga lembrança, mais de 100 deputados de vários partidos com certeza esgotaram os estoques de soníferos das farmácias, e é certo que para muitos os remédios de nada serviram, pois sabem o tamanho dos malfeitos que praticaram. A emblemática declaração de Eduardo Cunha deu a entender que ele pode girar uma autêntica metralhadora, pois sempre esteve no centro das nada republicanas negociações que envolviam desvios de dinheiro público proveniente de propinas vindas da Petrobras;
  • No Palácio do Planalto já havia alguma apreensão ante a possibilidade da prisão do ex-deputado, mas agora o clima é de total preocupação, tanto para o presidente Michel Temer, como para ministros e para o PMDB, e também para figurões so PSDB, PP, PT e de outros partidos que de alguma forma estejam direta ou indiretamente participando do Governo. Pode até ser coincidência, mas Michel Temer antecipou em doze horas seu regresso do Japão, o que ocorreu logo após o juiz Sérgio Moro decretar a prisão de Eduardo Cunha. E a perda de sono não ficou restrita a Brasília. Em outros estados, como no Rio de Janeiro, com o ex-governador Sérgio Cabral e o deputado estadual Jorge Picciani, pai do ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, e em Minas Gerais, onde o ex-presidente da Câmara dos Deputados sempre exerceu sua nefasta influência. Portanto, vamos aguardar os próximos capítulo desta nova novela que começa com expectativa de um desconhecido final que está deixando ou "atores" sem saber o que vai acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário