Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

26 de novembro de 2011

Fala sério, Delúbio. Espetáculo midiático foi o Mensalão do PT

O famoso e antigo tesoureiro do PT, Delúbio Soares, afirmou que o julgamento do processo do mensalão será "o maior espetáculo midiático do Brasil". Como assim, Delúbio? Nada foi mais espetaculoso do que a descoberta do Mensalão projetado e executado pelo PT para favorecer o seu governo, garantindo maioria no Congresso Nacional, fato que veio à tona em 2005, quando o ex-deputado Roberto Jefferson revelou o esquema. A surpresa foi muito grande, uma vez que ninguém esperava que aquela dinheirama toda era oriunda de 'recursos não contabilizados', nova nomenclatura para 'Caixa Dois' lançada pelos petistas quando flagrados praticando aquele 'malfeito'. Parte da imprensa deu bastante ênfase ao Mensalão do PSDB de Minas Gerais, que realmente existiu, porém de valor muito pequeno diante do que havia sido lançado pelo PT, além do fato de que os tucanos nunca apregoaram nenhuma santidade na política;

Dentro de pouco tempo (parece) o Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar cerca de 40 participantes do esquema do Mensalão do PT indiciados por vários crimes, sendo o principal deles formação de quadrilha, segundo parecer do relator tendo como chefe o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu. O esquema do Mensalão está de certo modo desativado. Agora, o esquema é outro. Desde o segundo mandato de Lula, a distribuição de 'recursos não contabilizados' para garantir maioria no Congresso é diferente. Os partidos da ''base aliada' comandam ministérios promovendo desvios de verbas beneficiando partidos e líderes partidários à custas de dinheiro proveninete de impostos, usado para isso diretorias regionais de órgãos de ministérios, e, como agora foi denunciado como prática no Ministério do Trabalho, através das ONGs conveniadas para execução de programas fantasmas ou até mesmos falsos. O Mensalão foi denunciado por Roberto Jefferson. Os casos mais recentes correm por conta de denúncias publicas pela imprensa, em especial pelas revistas semanais;

Diante de tudo isso, não há razão para Delúbio afirmar que o julgamento do processo do mensalão será "o maior espetáculo midiático do Brasil". O espetáculo, vê-se agora, já vem acontecendo há cerca de nove anos. Resta saber ser o povo está ciente disso e se ainda vai continuar elegendo quem só pensa em avançar no dinheiro público, investindo milhões desses desvios para se reelegerem e continuarem 'metendo a mão' no dinheiro desse mesmo povo que os elege. O difícil, pelas suas últimas decisões, é acreditar que o Supremo vá condenar essa gente;

Neste domingo, matéria publicada no site da 'Folha de São Paulo' (Leia aqui) na qual Delúbio diz que o Mensalão do PT foi só um 'boato'. O ex-tesoureiro do PT afirma que a compra de apoio ao governo não existiu e que ele cometeu apenas 'infração eleitoral'. Ele diz ainda que o ônus por fazer caixa dois é dos aliados que receberam dinheiro dele, e declara: "A culpa não é do tesoureiro". Ele repetiu a tese de que o esquema teria se resumido a caixa dois de campanha. "Eu peguei dinheiro emprestado e mandei pagar dívida de campanha. Transformaram uma infração eleitoral em processo criminal". enfatizou Delúbio. Parece que acabou no mercado o estoque de verniz para tanta cara de pau, pois Delúbio é apontado pelo Ministério Público como o operador do esquema, denunciado pela Folha em 2005. Se condenado, pode pegar até 111 anos de prisão pelos supostos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário