Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

15 de junho de 2010

Minas e São Paulo poderão decidir a eleição

Nunca é exagero dizer que o ex-prefeito do Rio de Janeiro e candidato a senador, Cesar Maia (DEM), é um expert em pesquisas eleitorais. Ele avalia que a eleição para Presidente da República será decidida no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. Para ele, José Serra vai ganhar em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nesses estados se concentram 37% dos eleitores brasileiros. Já Dilma Rousseff será ganhadora nos estados do Norte e do Nordeste, que representam 35% do eleitorado brasileiro. Caberia então aos eleitores de Minas e do Rio, com 20% dos eleitores, decidir que dirigirá o Brasil a partir de 1º de janeiro de 2011;

Conforme informa o colunista Merval Pereira, de 'O Globo', o ex-deputado Ronaldo Cesar Coelho, integrante da coordenação da campanha de Serra, o Brasil estaria se dividindode modo semelhante aos Estados Unidos, com estados republicanos e estados democratas. Aqui no Brasil já se identificam estados tucanos e também petistas. Para Cesar Maia, as últimas pesquisas não dão para identificar se os mineiros e fluminenses são ligados ao PT ou ao PSDB. As combinações regionais estão provocando muitas dúvidas sobre o posicionamento do eleitorado. Vê-se, portanto, que os dois principais candidatos deverão se concentrar nos dois estados, o que praticamente serveria para definir o resultado da eleição presidencial de outro;

O que o eleitorado espera é que tanto Serra como Dilma façam campanhas de alto nível, mostrando programas e projetos para o País, sem guerras de dossiês nem participação de "aloprados", fazendo com que os eleitores escolham livremente qual seria e melhor opção para dirigir os destinos do Brasil a partir do ano que vem, restando a eles esperar os debates e pronunciamentos de todos os canditados, não devendo ser desprezada a participação de Marina Silva na competição, que também poderá ser decisiva num possível segundo turno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário