Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

6 de outubro de 2009

MST deteriora imagem do Brasil

A imagem de destruição de 7 mil pés de laranjas feita por integrantes do Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST) choca a quem é contrário ao tipo de atividade daquele "movimento social", que vem aumentando consideravelmente nos últimos anos. As invasões em sua maioria são feitas em fazendas que não podem ser consideradas como improdutíveis, que poderiam ser desapropriadas para fins da Reforma Agrária. Mesmo que fossem, as invasões são atos violentos e ilegais;

O que casa espanto é o volume de dinheiro que parece girar em torno das atividades do MST. Embora sejam - pelo menos parece - pessoas carentes, os invasores contam com apoio logístico, com recursos para locomoção até às fazendas que serão invadidas. A alimentação garantida para famílias inteiras, a presença de máquinas agrícolas (como o trator que destruiu os pés de laranjas), o combustível, tudo é garantido durante a invasão;

Pelo que se sabe, o MST não recebe nada diretamente do Governo, ao qual é ligado ideologicamente. Entretanto, Organizações Não Governamentais (ONGs) recebem recursos federais e financiam as ações da entidade. Dificilmente se vê alguma atitude do Governo Federal, seja para reprimir, seja para justificar o uso indevido de dinheiro de impostos pagos pelos contribuintes;

Se Lula está faturando politicamente a escolha do Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olímpicos de 2016, com certeza o MST está na pista correndo em sentido contrário à fitaa de chegada. A invasão e o roubo de laranjas e equipamentos da fazendo têm que ser veemente condenados, cabendo aos órgãos competentes dá um fim às atividades desse falso "movimento social".

Um comentário:

  1. Poie é. Esse assunto sempre me divide...

    É que em tudo, em todo lugar, tem gente boa e ruim; comprometida e aproveitadora.

    E a tal reforma agrágria é lá justificativa pra vandalismo?

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário