Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

23 de outubro de 2009

Lula faz blasfêmia com o nome de Jesus

O assunto do momento está sendo uma frase infeliz pronunciada pelo presidente Lula para justificar os acordos políticos considerados como espúrios pela maioria da opinião pública. Ele afirmou: "Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse votação num partido qualquer, Jesus teria que chamar Judas para fazer coalizão". Uma das mais fortes reações veio do secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), principal entidade representativa da Igreja Católica. "Cristo não fez aliança com os fariseus, com os saduceus. Pelo contrário, teve palavras duras para com eles", disse dom Dimas Lara Barbosa;

Entre os oposicionistas, as reações já eram esperadas. O senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) afirmou: "Os aliados do presidente devem ficar ofendidos, pois foram comparados a Judas". Outros membros da Oposição lembraram que Lula tem agora como aliados os peemedebistas José Sarney (AP), Jader Barbalho (PA) e Renan Calheiros (AL), além de Fernando Collor (PTB-AL), agora aliados de Lula, tudo em busca de garantir votação expressiva para a candidata do presidente à sua sucessão;

Na Bíblia existem textos que podem ser muito bem ajustados ao que Lula disse. São eles, entre outros:

Êxodo 20:7 - Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.

Gálatas 6:7 – Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.

Romanos 2:24 – Pois, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa.

Apocalipse 16:6 – Com efeito, os homens se queimaram com o intenso calor, e blasfemaram o nome de Deus, que tem autoridade sobre estes flagelos, e nem se arrependeram para lhe darem glória.

Se o Jesus a que Lula se referiu é o Filho de Deus, que aqui no mundo representou o Criador em forma humana, é bom Lula começar a colocar os joelhos no chão e pedir perdão por usar o nome do Senhor em vão e pelas blasfêmias que proferiu.

Ilustração de Charge Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário