Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

31 de julho de 2009

Lula puxa tapete de Sarney, mas, de que vale o Conselho de de Ética?

  • Pelo menos 70% dos membros do Conselho de Ética do Senado são alvo de inquéritos autorizados pelo Supremo Tribunal Federal, réus em ações penais e envolvimento com nepotismo ou atos secretos nos últimos anos, informa, o blog "Resistência Democrática", que tem como endereço http://resistenciademocraticabr.blogspot.com/, e baseado em notícia do “Estado de São Paulo”. Caberá a esses senadores, de vários partidos, avaliar na próxima terça-feira os pedidos de abertura de processo de cassação contra o presidente José Sarney (PMDB-AP);
  • Na tropa de choque do PMDB, por exemplo, os quatro titulares – Wellington Salgado (MG), Gilvan Borges (AP), Paulo Duque (RJ) e Almeida Lima (SE) – têm alguma ligação com nepotismo, ato secreto ou investigação externa. Entre os 14 suplentes do Conselho, 10 empregaram parentes, assinaram atos secretos e são alvo de inquérito;
  • Muita gente está espantada com a última declaração de Lula com relação aos problemas com o presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB-AP). O presidente afirmou, nesta quinta-feira, que não cabe a ele decidir sobre a permanência do presidente no cargo;
  • “Não é problema meu. Eu não votei para eleger Sarney presidente do Senado, nem votei para ele ser senador no Maranhão, nem votei no Temer, nem votei no Arthur Virgílio, não votei para ninguém. Votei nos senadores de São Paulo. Quem tem que decidir se ele continua presidente do Senado é o Senado, não sou eu", afirmou Lula, talvez não sabendo que Sarney é senador pelo Amapá, onde também é uma espécie de "coronel" da antiga, e não pelo Maranhão, onde também "reina" absoluto;
  • Mesmo com Lula retirando a escada e deixando Sarney com o pincel na mão, vai ser difícil o presidente do Senado perder o cargo, a não ser por sua prória iniciativa. Os governistas, no entanto, vão fazer de tudo para não prejudicar a aliança com o PMDB, pois estão focados no apoio deste partido à candidata de Lula em 2010. Também não querem que Sarney se afaste da Presidência do Senado nem por um minuto, porque acham que o 1º vice-presidente da Casa, Marconi Perello (PSDB-GO), ao chegar à titularidade vai desengavetar e colocar em pauta projetos que o Governo não quer ver aprovados de modo algum;
  • Além do mais, com esse "time" escalado pelo "técnico" Renan Calheiros (PMBD-AL) não há nenhuma possibilidade de Sarney ter seu mandato, tanto de presidente do Senado como o de Senador, ser cassado;
  • Já o afastamento de Lula no caso é reflexo de uma pesquisa mostrando que considerável número de entrevistados não concordam com o posicionamento de Lula e de sua candidata à sucessão de apoio ao presidente do Senado e, por conseguinte, com as falcatruas que, como bem disse o humorista José Simão, parecem com lenço de papel: puxa-se um, e saem pelo menos mais uns três.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário