Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

22 de dezembro de 2015

O dólar sobe e desce, mas o preço da ceia de Natal só sobe

  • O Brasil é mesmo um país surreal. Acaba de acontecer a troca do titular de uma das mais importantes pastas do Governo, o Ministério da Fazenda. Antes de o novo ministro Nelson Barbosa tomar posse, ele fez uma videoconferência com grandes empresários brasileiros e logo após a sua fala, a cotação do dólar subiu para R$ 3,95. Minutos depois, a presidente Dilma Rousseff anunciou oficialmente a nomeação do novo ministro da Fazenda, que era do Planejamento, bem como a nomeação do novo titular dessa pasta, Valdir Moysés Simão. O dólar de um pulo para R$ 3,98. Aí, Nelson Barbosa é empossado e recebe o ministério que era de Joaquim Levy. O dólar passou de R$ 4,00 (exatamente R$ 4,0228). No três momentos, a Bolsa de Valores foi tendo uma sequência de quedas. Hoje, o valor da moeda norte-americana caiu e está no momento em 'apenas' R$ 3,986;
  • Convém esclarecer que a ultrapassagem da barreira dos 4 reais aconteceu exatamente após o discurso de posse do novo 'salvador da pátria', quando Nelson Barbosa falou em reforma da Previdência - isso significa aumento da idade para a aposentadoria - e de aumento de impostos sem nenhuma referência à diminuição de gastos por parte do Governo. E o que é pior: ele defende a volta da cobrança da CPMF. O mercado não gostou de ouvir esse discurso e reagiu dessa forma. Até o final do dia de hoje as oscilações vão acontecer, mas como o Natal está chegando, os negócios com certeza vão diminuir, Mas qualquer fala de alguém do Governo pode provocar algum rebuliço nas cotações. Convém esperar. No mais, para nós não investidores, é torcer para que os preços da ceia de Natal parem de aumentar, porque, além do bacalhau, estão muito 'salgados'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário