Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

25 de dezembro de 2015

Indulto de Natal para Cerveró é um verdadeiro absurdo

  • Existe uma legislação no Brasil que beneficia um grupo de pessoas por ocasião do Natal, mas que traz revolta para a maioria dos cidadãos. Trata-se do famigerado indulto de Natal, que originalmente seria para permitir que presos de comprovado comportamento e recuperação sejam premiados com a saída da cadeia festejar o Natal junto aos seus familiares. Mas, como tudo no Brasil, os critérios de avaliação não não são uniformes, e quase sempre um bom número dos beneficiados simplesmente não retornam para as prisões, e muitos deles voltam à prática dos crimes pelos quais estavam presos. Mas este ano um beneficiário do indulto causa revolta;
  • Não dá para se aceitar que o famoso Nestor Cerveró possa ter direito a festejar o Natal no conforto do seu lar, ao lado dos seus familiares. Sendo um dos principais operadores dos desvios de dinheiro da Petrobras, conforme relata a Operação Lava-Jato, ele se tornou responsável pela morte de milhares de mortes em hospitais públicos e postos de saúde, aos quais faltaram recursos desviados da União para atender à população;
  • A Justiça precisa explicar por quê Cerveró tem esse privilégio enquanto tantos que foram por ele prejudicados não terão seus parentes mortos participando das festas de fim de ano. Ele retorna segunda-feira para a prisão, mas os aqueles que morreram por causa das falcatruas que ele praticou, nunca mais estarão nas suas casas, a não ser na lembrança dos que tristemente se reuniram para a ceia de Natal deste ano;
  • Para piorar o astral dessas famílias e até de outros milhares de brasileiros, a presidente acaba de baixar Medida Provisória (MP) que dá margem para que o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, tenham o mesmo direito de indulto, com a possibilidade de terem suas penas anistiadas, saindo definitivamente do xadrez. Aí, será demais e a população vai se sentir traída. Torçamos para que a Justiça não permita tal aberração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário