Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

19 de dezembro de 2015

Governador Pezão, quer mesmo que eu acredite em você?

  • O governador Luiz Fernando Pezão acha que nessa altura de minha vida de septuagenário ainda lúcido eu seria capaz de acreditar na palavra dele? Prometeu pagar a segunda parte de meu 13º salário no último dia 17. Não fez isso e ainda resolveu parcelar a segunda parte do 13° salário em 5 vezes, com a última sendo paga em abril. Quando eu pensava que estava na minha conta o que chamo de 'metade menor', porque vem com todos os descontos não feitos na primeira metade, lá estava 1/5 do dinheiro;
  • Pezão quer mesmo brincar comigo. Ele disse ontem que caso eu queira antecipar as quatro parcelas seguintes é só comparecer na minha agência do Bradesco e fazer um empréstimo consignado do valor e assinar um documento declarando ao banco que o Governo do Estado garante o pagamento das parcelas e dos juros. Está brincando, governador? O senhor quer mesmo que eu faça essa declaração, depois de tantas mentiras de sua parte, pouco se importando com a vida dos servidores do Estado que o senhor está à frente? Logo o senhor que traiu Dilma na eleição do ano passado, formando o tal de Aezão, e depois traiu Aécio passando para o lado dela? Desde quando Pezão você é de confiança? O senhor que é tão amiguinho da presidente Dilma, não sabia que haveria essa crise econômica?:
  • Como diz o antigo ditado, 'desgraça pouca é bobagem'. Pezão divulgou o calendário de pagamentos do ano que vem. Passam a acontecer entre os dias 10 e 12 de cada mês, ao contrário de agora, que eram nos dias 1 e 2. No meu caso, todos os meus compromissos são programados para acontecer até no dia 5 do mês. Vou ter que alterar tudo. Fala sério, Pezão!

Um comentário:

  1. MEU COMENTARIO: AMIGO AYRTON LEITÃO: O PEZÃO, É GERENTE DAS FINANÇAS DO ESTADO, E TINHA OBRIGAÇÃO DE VERIRICAR A VARIAÇÃO DA RECEITA/DESPEZA NO INICIO DO ANO, E NÃO FEZ O DEVER DE CASA.AGORA CULPAR A QUEDA DE ARRECADAÇÃO PRINCIPALMENTE A PETROBRÁS É ENGANAR O POVO, POIS SE A RECEITA VEIO CAINDO, ELA DEVERIA DIMINUIR DESPEZAS E NÃO FEZ, POIS AS OBRAS DE INTERESSE PESSOAL E A "OS" DOS AMIGOS CONCESSIONARIOS DAS UPAS DA VIDA, DOS HOSPITAIS, DAS ESCOLAS, DA LOCAÇÃO DAS VIATURAS DA PMERJ, DUVIDO QUE TENHAM SIDO ACONSELHADOS A PEDIR EMPRESTIMO BANCARIO. OUTRO FATO: SE O GOVERNO NÃO PAGAR OS EMPRESTIMOSDOS SERVIDORES, QUEM FICARA NO SPC? OUTRA: OS SECRETARIOS ESTADUAIS. JUIZES, DESEMBARADORES, DEPUTADOS, FICARAM SEM RECEBER SALARIOS ??? ONDE ESTARÁ O CABRAL PARA SOCORRER PEZÃO ????

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário