Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

3 de junho de 2013

Perdão de dívidas africanas vai proporccionar doações para a campanha de 2014

  • Quando aparece na mídia qualquer notícia de 'malfeito' praticado por algum petista ou por integrante da 'base aliada' do Governo, o veículo que tenha divulgado o fato é logo chamado de integrante do PIG (Partido da Imprensa Golpista), com o propósito de derrubar o Governo popular. Se for a revista 'Veja', aí é que a ira é maior. No entanto, vai aqui uma indagação. Será que uma revista semanal com 46 anos de circulação publica uma reportagem cheia de dados e detalhes faz isso só pelo simples prazer de ser contra o Governo, a serviço da oposição? Na edição desta semana, 'Veja' aborda o perdão de dívidas de países africanos concedido pela presidente Dilma, na marra, sem qualquer autorização do Legislativo, como manda a lei - alguém duvida que essa autorização será concedida posteriormente? O perdão totaliza quase R$ 1 bilhão. 'Coincidentemente', o ex-presidente Lula funciona como lobista de empresas brasileiras para que as mesmas sejam contratadas pelos países beneficiados com a 'bondade', para realização de grandes obras pagas pelos governos locais. Também 'coincidentemente', essas empresas foram doadoras de polpudas quantias para as campanhas de Dilma em 2010 e nas de candidatos governistas no ano passado. Está bem claro que por conta dos ganhos nos países africanos as doações milionárias estarão garantidas para a campanha de tentativa de reeleição de Dilma no ano que vem;
  • A matéria da 'Veja' destaca dois dirigentes dos 12 países africanos que tiveram perdão de suas dívidas. São eles Teodoro Obiang, há 34 anos coo ditador de Guiné Equatorial, e Omar Al-Bashir, presidente do Sudão há 24 anos. O primeiro tem mania de colecionar carros de luxo, pois é dono de uma frota de 32 deles, das marcas Ferrari, Rolls-Royce, Bentley e Mercedes, entre outras, além de ter comprado um apartamento no Rio de Janeiro avaliado em R$ 80 milhões. O outro, mais modesto em termos de carros, tem um histórico de desvio de US$ 9 bilhões dos cofres de seu país para contas no exterior. Não deveriam receber qualquer benefício às custas dos contribuinte brasileiros, pois o dinheiro que seus países receberam do Brasil um dia - Guiné Equatorial, US$ 12 milhões, e Sudão, US$ 4 milhões - foram provenientes de impostos pagos pelos cidadãos brasileiros;
  • É bom lembrar que os países africanos beneficiados acabaram de votar nos brasileiros José Graziano para a FAO, agência de alimentação da ONU, e Roberto Azevedo para dirigir a Organização de Comércio (OMC). Agora, Dilma comprova a compra desses votos, mas às nossas custas. E que ninguém venha lembrar que nos falta alguma coisa, como Saúde. Transportes, Segurança e Educação. O Governo não vê assim, pois vive anunciando que o país vai muito bem. Por tais razões, nossos irmãos africanos estão rindo de nossa cara, pois devem achar que brasileiro reclama de 'barriga cheia'. Ano que vem tem eleição e o povo pode muito bem dizer para a presidente Dilma se gostou ou não desse 'pacote de bondades'.

Um comentário:

  1. Todos que acompanham esse blog. Vejam esse video no meu canal do youtube,,,,http://www.youtube.com/watch?v=QjgMhAYQvu0&feature=youtu.be eu gelei. Sempre vivo dizendo que o Brasil ja' era e que so' os militares poderiam nos salvar se quizessem,,,mesmo assim tive um choke,,,um verme das FARC aqui,,,dentro do Brasil, vomitando podridao. Isto e', eu que sei o ni'vel de dominacao no Brasil, ainda assim, fiquei chocado com a ousadia. ela, so' ela, as F. A. poderia e tem o dever de nos salvar, pois sao pagos pra isso, mas nao movem uma palha. Volto a repetir,,,,ja' era irmaos ,,,,ja' era. Forcas armadas da America Latrina nao servem para proteger a populacao, e sim para assegurar o poder de quem estar no poder. Agora eles querem aumento salarial, submarino atomico, avioes tipo A, tipo B,,, e' muita cara de pau. Ate' mulher almirante, eles aceitaram para enfraquecer mais o que ja' era anemico, e com pompas. Que porra faz uma mulher, num cargo que deve estar preparado para a guerra ???? o mesmo esta acontecendo no judiciario e nas delegacias. Porque mulheres sao mais manobra'veis (em todos os sentidos).,,, Nos EUA mulheres oficias que deram um participacaozinha no Iraque, ficaram traumatizadas e deram depoimento dizendo que guerra nao e' pra mulheres, elas mesmo disseram,,,,,e quem nao sabia ???? O sol tera um ocaso de mil anos em nossa pa'tria CHORO POR TI BRASIL.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário