Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

24 de junho de 2013

Dilma dá uma de Barrichello e chega atrasada preocupada com sua imagem.


  • Mesmo diante da seriedade que é a tomada de posição do povo saindo às ruas para protestar contra uma série de coisas que vinham acontecendo principalmente por parte dos políticos com suas falcatruas e pelo que os governos não fazem em benefício do povo que paga uma das maiores cargas tributárias do mundo, sempre sobra um pouco de bom humor, característica muito comum no brasileiro. Alguém colocou no Facebook uma foto de Rubens Barrichello perguntando era a manifestação, pois ele queria participar. Na foto, Rubinho está com uma camisa com os dizeres “Fora Collor”, numa alusão à sua fama de sempre chegar mal colocado nas corridas de que participava. Acontece que acabamos de ver alguém fazendo no mundo real algo parecido com aquela brincadeira com o brasileiro agora ex-piloto da Fórmula 1;
  • Foi isso o que aconteceu com a presidente Dilma Rousseff. Somente agora é que ela acordou e viu que o povo está nas ruas protestando contra muita coisa com que ela tem a ver, seja por omissão ou por ser diretamente responsável. Na semana passada, quando o Ipobe mostrou uma queda de 8% da popularidade dela uma semana depois de o Datafolha ter apontado o mesmo índice de queda, ao invés de se pronunciar e na verdade mostrar que realmente está ouvindo o que milhões estão dizendo em cada passeata, Dilma foi para São Paulo se aconselhar com o ex-presidente Lula sobre o que fazer para conter essa queda, pois a pesquisa do Ibope foi realizada antes da explosão de manifestações. Com Lula estava o principal marqueteiro do PT, João Santana, e a reunião foi para saber como evitar a queda dos índices de Dilma, que poderá levá-la a uma derrota na sua tentativa de reeleição em 2014;
  • E quanto aos recados das ruas? Isso ficou para depois de um pronunciamento da presidente Dilma em rede de TV, no horário nobre, falando de forma que muito gente admitiu que ela sairia dos estúdios para as ruas se juntando ao povo em suas reclamações exatamente contra um sistema do qual ela é a principal figura. Umas das coisas mais reclamadas são os ‘malfeitos’ de ministros que levaram Dilma a demitir oito deles, alguns dos quais estão exercendo funções junto ao Governo, além de senadores e deputados integrantes de sua base parlamentar que são movidos pela compra de votos através da liberação de recursos – leia-se dinheiro – das suas emendas ao Orçamento da União, que na maioria das vezes são utilizadas em obras feitas por empreiteiras suspeitas e quase sempre gerando ‘retorno’ para os parlamentares, seja em forma de propina ou de doações para suas campanhas eleitorais;
  • Esses gastos com propaganda de imagem precisam ser revistos. É inadmissível que a União, estados e municípios gastem tanto dinheiro em publicidade, recursos que poderiam estar sendo investidos em serviços tão em falta para o contribuinte, pois este seria o principal propagandista dos governantes quando enaltecessem nas ruas os benefícios recebidos. Está na hora de esse assunto ser lavado a sério. O que não pode é a Dilma chegar tão tarde à realidade dos reclamos do povo comportando-se como um Barrichello, chegando às ruas e perguntando o que está acontecendo, mas preocupada com sua imagem, que certamente não anda muito boa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário