Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

4 de março de 2009

Se fosse em outros tempos...

A coisa tem andado muito feia nos meios políticos do Brasil nos últimos dias. O Senado Federal está paralisado desde a eleição de sua Mesa, porque ninguém vota nada enquanto não for feita a distribuição de presidências de comissões nem confirmadas as indicações para nomeações em cargos em comissão;
Depois do surgimento do famoso castelo de 36 suítes de um parlamentar que mesmo sendo dono de empresas de segurança apresentava notas fiscais com despesa com segurança para comprovação do uso da tal "verba indenizatória", eis que surge uma baita mansão de propriedade do Diretor Geral do Senado, homem de confiança do presidente recentemente eleito para aquela Casa, senador José Sarney;
Está rolando a maior confusão por conta de uma sede em busca do comando dos diversos fundos de pensão, com todo mundo falando nos bilhões de reais de que os mesmos dispõem, os quais, pelo que se sabe, pertencem aos associados de cada fundo.Daí ser esquisita essa corrida para administrar tais bilhões;
Um senador (Jarbas Vasconcelos), fundador do PMDB (que era MDB ao tempo da Revolução), dá uma entrevista e declara de peito aberto o que todo mundo já sabia, ou seja, que seu partido é um antro de corrupção. Imediatamente, o líder do PMDB, Renan Calheiros (isso mesmo!) afasta Jarbas Vasconcelos da Comissão de Constituição e Justiça, como vingança;
Todavia, uma notícia faz lembrar outros tempos e o que poderia acontecer naquela época. Uma manchete de um jornal de hoje diz: "Generais criticam plano nacional de defesa" . E tem mais, os tais generais contestam a existência do Ministério da Defesa comandado por um civil;
Hoje o Brasil é outro. Em décadas passadas, uma declaração desse teor faria com que muitos políticos se escondessem até debaixo de suas camas. No dia seguinte teriamos tanques de guerra rolando suas esteiras pelas estradas e ruas do País, Mas hoje isso não acontece. O povo, de um modo geral, acha que tudo é normal. Se um srvidor público ganha pouco mas consegue enriquecer, quase ninguém desconfia de nada. Virou coisa normal;
Ocorre, no entanto, que muita gente está inconformada e revoltada com o que anda ocorrendo até no Poder Judiciário. Nos poderes Executivo e principalmente no Legislativo, tudo anda girando em torno de maracutaias e jogadas que sempre envolvem muito dinheiro do contribuinte;
Já é hora de reagirmos. Ano que vem tem eleição e fica aqui uma sugestão: vamos começar a fazer uma limpeza. Pense bem e, se possível, NÃO VOTE EM QUEM JÁ TEM MANDATO;
Nós temos um grande "tanque de guerra", o voto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário