Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

18 de março de 2009

Qual a utilidade atual do Senado? (2)

O senador Tião Viana, do PT, aquele que perdeu a disputa pela Presidência do Senado para José Sarney, emprestou um dos celulares que a Casa põe a seu dispor - sem limite de gasto e pago com dinheiro público - para a sua filha mais velha levar numa viagem de 15 dias ao México, em janeiro. Ao se defender, ele levantou suspeita de que o vazamento sobre esses gastos poderia ter partido do gabinete da presidência da Casa;
Não explicou o uso indevido do dinheiro público e ainda tentou transferir para outros a responsabilidade. O fato faz lembrar o episódio do Mensalão, quando houve a histórica alegação de Lula de estava sendo feito o que era uma prática comum no Brasil;

A Secretaria de Comunicação do Senado informou que todos os senadores têm direito a um celular sem limite de gasto. Nos aparelhos residenciais, o teto foi fixado em R$ 500. Além dos 81 senadores,
pelo menos 122 servidores têm celulares pagos pela instituição, o que consome anualmente aproximadamente R$ 457 mil;
Já a procuradora da República Anna Carolina Resende pediu que seja instaurada uma investigação para apurar o pagamento de passagens aéreas pela senadora Roseana Sarney, do PMDB, para parentes e amigos. A procuradora Anna Carolina pediu que seja instaurada uma investigação para apurar o pagamento de passagens aéreas pela senadora Roseana para parentes e amigos;

Quarenta e três dias após o início oficial das atividades de 2009, o Congresso Nacional registra até agora a menor produtividade em plenário dos últimos nove anos, com só oito projetos votados pelo Senado e pela Câmara dos Deputados. O número representa cerca de um terço da largada de 2008, quando 25 projetos foram aprovados pelo dois plenários. Em 2007, foram 38, não se computando resoluções, requerimentos e outros projetos de tramitação menos complexa;
O desempenho atual do Congresso Nacional só encontra paralelo com o de 2000, quando os primeiros 43 dias resultaram na votação de oito projetos. Naquele início de ano, porém, o Congresso havia trabalhado extraordinariamente no recesso e votado até emendas à Constituição, a peça legislativa mais difícil de aprovar;

Aí estão, portanto, mais alguns exemplos do que tem sido nos últimos tempos aquela que em algum tempo atrás era chamada de Câmara Alta pela qualidade de seus integrantes, mas que ultimamente tem sido um exemplo do que de pior possa existir numa casa legislativa. Para que serve então o Senado?

4 comentários:

  1. Tenho nojo de politica e politicos, nao ha um que escape dessa roubalheira

    ResponderExcluir
  2. Câra Baixa seria um apelido mais justo para este Senado que aí está. Tanta roubalheira de homens que deveriam ser os mais íntegros numa domocracia.
    Seria melhor um AI qualquer para fechar esta suja casa.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente, Risadas, este é o sentimento que também sinto: nojo...asco.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário