Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

10 de março de 2009

Faltam ídolos no futebol brasileiro

A euforia causada pela primeiro gol de Ronaldo jogando pelo Corinthians, depois de mais de um ano afastado os gramados por causa de mais uma de suas sérias contusões, fica evidente que estão faltando ídolos do futebol do Brasil;
Um jogador de certa forma veterano, com uma vida bastante agitada dentro e fora dos gramados, porém com muitos quilos além do seu peso normal, mas consagrado por ter sido considerado o melhor do mundo em três ocasiões, além de ser o maior artilheiro brasileiro em Copas do Mundo, Ronaldo está hoje em todas as páginas esporavas da imprensa brasileira e nos programas de esporte de rádio e televisão;
A razão disso tudo está no fato de que hoje não existem nos clubes brasileiros jogadores que possam ser elevados à categoria de verdadeiros ídolos. Já vai longe o tempo em que jogadores como Zico, no Flamengo, e Roberto Dinamite, no Vasco da Gama (só para citar o Rio de Janeiro) eram jogadores que levavam o torcedor aos estádios somente para vê-los - os demais eram "mais dez". Recentemente houve Romário, bastante identificado com o Vasco, mas que também andou jogando no Flamengo e Fluminense;
Os ídolos do passado eram idolatrados pelos torcedores de seus clubes, mas eram também respeitados pelos torcedores adversários. Quando a Seleção Brasileira era convocada, todos queriam ver o "inimigo" defendendo as cores do Brasil. Hoje isso quase não acontece. Os jogadores consagrados não são mais ligados aos clubes que os descobriram, jogando (e ganhando muito dinheiro) principalmente em clubes europeus;
É certo que no Brasil surgem jogadores de alta qualidade a todo momento, candidatos a ídolos, mas que são imediatamente transferidos para clubes de outros países, não tendo tempo de se identificarem com a torcida de seus clubes, isso quando não vão embora estando ainda nas categorias e base;
A volta de Ronaldo ao futebol brasileiro, num clube de massa, pode ser que seja o início de uma nova fase, mesmo se tratando de um veterano, mas fica provado que o torcedor está ansioso pela existência de ídolos em seus clubes. Cabe a esses serem finalmente bem administrados de modo que possam proporcionar aos seus torcedores a presença de um ídolo, o que, certamente, vai se refletir nas bilheterias.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo comentario,e realmente o que penso, FALTAM ÍDOLOS.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário