Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

17 de outubro de 2013

Atenção, São Paulo! Black Blocs se deram mal no Rio e 70 deles foram presos

Depois daquela declaração de líderes do sindicato dos professores do Rio de Janeiro agradecendo o apoio dos Black Blocs às suas manifestações contra o governador Sergio Cabral e o prefeito Eduardo Paes, da capital, era de se esperar que os vândalos mascarados se mobilizassem para agir na manifestação programada para a última terça-feira, não coincidentemente o Dia do Professor. Milhares de integrantes do magistério público fluminense foram às ruas ─ diferentes avaliações indicam o comparecimento de 2 mil a 300 mil pessoas ─, onde pontificavam os do magistério municipal, em guerra contra a aprovação do plano de cargos e salários da categoria. No encerramento da manifestações pacífica dos professores, muitos dos quais levaram até seus filhos para que conhecessem o que seus pais reivindicam, os mascarados entraram em ação quebrando e danificando bens públicos e privados, como sempre fazem;

Mas algo surpreendente aconteceu. Ao invés da passividade policial demonstrada nas vezes anteriores, agora tudo foi diferente. Foram presos durante os atos de vandalismo nada menos que 190 Black Blocs, dos quais 70 foram indiciados por crime organizado com base na nova lei que prevê pena de prisão de até oito anos, com um detalhe: os acusados foram encaminhados para presídios em Bangu, na capital fluminense, e na cidade de São Gonçalo. Destaque-se que o crime é inafiançável. A ação policial no Rio de Janeiro, que teve a participação de 1.500 homens, foi flagrantemente superior à ocorrida em São Paulo, onde 60 pessoas foram detidas, mas apenas um foi autuado. E não foi por praticar vandalismo, mas sim por porte de maconha. Só ele? Os Black Blocs acreditavam tanto na impunidade, que um delas já havia sido preso em junho por danificar um carro na Polícia;

Agindo com esse rigor, as autoridades do Rio de Janeiro podem estar estimulando a realização de outras manifestações pacíficas, uma vez que a ação dos baderneiros mascarados estavam inibindo o povo de sair às ruas. Para muita gente, os baderneiros servem para afastar o povo de manifestações pacíficas revindicando ações principalmente governamentais que continuam sem nenhuma solução, numa péssima utilização dos impostos pagos e que não retornam em forma de benefícios para a população. Há até que ache que os Black Blocs sejam financiados por quem está sendo contestado e cobrado nas ruas. É de se esperar que os demais estados copiem a reação ocorrida na Rio de janeiro, principalmente São Paulo, a cidade mais rica do Brasil e que assiste quase todos a destruição de bens públicos e do patrimônio de comerciantes de todos os níveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário