Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

27 de julho de 2010

Abaixo o terceiro mandato!

Quando pensamos nos constantes ataques à imprensa que o governo Lula já fez, com claras tentativas de controle dos meios de comunicação; quando pensamos no uso da Receita Federal para fins partidários, ignorando a Constituição para invadir a privacidade dos cidadãos; quando pensamos no “mensalão”, uma tentativa de concentrar o poder no PT comprando quase todo o Congresso; quando pensamos em várias declarações feitas pelo presidente ao lado dos piores ditadores que o mundo já viu; ou quando pensamos no abuso da máquina estatal para fazer campanha partidária, temos todo direito de questionar qual o verdadeiro apreço do PT pelo regime democrático.

A democracia jamais será perfeita. Sempre haverá conflito de interesses, necessidade de concessões e pressão de grupos organizados. Mas, se desejamos salvá-la de golpes autoritários, devemos preservar alguns princípios básicos. Quando tudo é permitido em nome do “jogo democrático”, então é porque a democracia já fracassou e está em fase de degeneração rumo à tirania. Cabe ao povo resgatá-la nas urnas, rejeitando aqueles que tentam subverter o próprio processo democrático.

Este é o trecho final de um artigo de autoria do economista Rodrigo Constantino publicado hoje em 'O Globo' e também postado hoje em seu Blog, com o título Democracia Suja. Nas palavras dele, temos um nítido quadro do comportamento de Lula na atual campanha eleitoral. É inédito no Brasil que um presidente da República, no exercício do cargo, tenha declarado que sua projeto de final de governo seja a eleição de seu sucessor - no caso dele, de sua sucessora. Já criou até "horário de expediente" para depois dele dedicar-se à campanha, como se não fosse Preisdente da República durante as 24 horas do dia;

No âmbito internacional, conforme diz Rodrigo Constantino, Lula tem estado sempre "ao lado dos piores ditadores que o mundo já viu" e ainda vive a distribuir dinheiro pelo mundo a fora tentando se firmar como grande estadista e líder mundial, fazendo generosas doações como se tais bondades estivessem sobrando nos cofres públicos e que todos os problemas do Brasil estivessem resolvidos, principalmente nas áreas de saúde, segurança pública, educação, estradas etc. Talvez Lula ache que distribuindo bolsas à rodo tenha solucionado todas as carências do País;

Agora mesmo vimos publicada no Diário Oficial da União o seguinte:

 Lei Nº 12.292, DE 20 DE JULHO DE 2010. 
 
O Presidente da República. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte
Lei: 

Art. 1º  Fica o Poder Executivo autorizado a doar recursos à Autoridade Nacional Palestina, em apoio à economia palestina para a reconstrução de Gaza, no valor de até R$ 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de reais).
Parágrafo único.  A doação será efetivada mediante termo firmado pelo Poder Executivo, por intermédio do Ministério das Relações Exteriores, e correrá à conta de dotações orçamentárias daquela Pasta.
Art. 2º  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília,  20  de  julho  de 2010; 189º da Independência e 122º da República. 

Luiz Inácio Lula da Silva.

Será que esses R$ 25 milhões estão sobrando? Não seriam melhor utilizados em conserto do leito de alguma estrada federal para escoamento de produção e mesmo transporte de passageiro? Parece ser hora mesmo de mudarmos de direção, impedindo um "terceiro mandato" de Lula, que é o que ele aspira, pois só ingênuos acreditam que ele não estaria por trás de sua indica, mantendo essa mentalidade de fazer "jogo para a arquibancada" em busca de se perpetuar no Poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário