Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

22 de abril de 2010

Pesquisa do Ibope torna a do Sensus fajuta

Causou espanto o resultado de pesquisa de intenção de votos para Presidente de República feita pelo Instituto Sensus, apontando um empate técnico entre José Serra (PSDB), com 32,7%, e Dilma Rousseff (PT), com 32,4%. Isto porque em todos os demais institutos de pesquisa, há bastante tempo, sempre José Serra aparece à frente dos demais postulantes à sucessão de Lula. Todos os comentaristas políticos desconfiaram da seriedade da pesquisa do Sensus, ainda mais porque com uma margem de erro de 3% para mais ou para menos;


Com os dados divulgados pelo Sensus, tanto poderia Serra ter 35,7% contra 29,4% de Dilma, como também poderia acontecer de Dilma ter 35,4%, ficando Serra com 29,7%, ou seja, a candidata do PT estaria com 5,7% de vantagem, isso logo depois do Instituto DataFolha ter apurado uma diferença de 10% a favor de Serra (38% a 28%). De tão absurdo foi o que divulgou o Sensus, que o PSDB solicitou do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorização para ter acesso aos dados da pesquisa. Com a autorização do TSE, os técnicos do partido de Serra esperaram nada menos que sete horas para terem acesso, resultando disso uma solicitação ao Ministério Público Eleitoral para que apure a lisura da pesquisa do Instituto Sensus;


A pesquisa do Ibope divulgada ontem, mais uma vez aparece José Serra com considerável diferença sobre Dilma Rousseff. O instituto apurou 36% para o candidato do PSDB, contra 29 % para a candidata de Lula e do PT, ou seja, uma diferença dentro da realidade de todas as pesquisas nos últimos meses. Se forem somadas as três pesquisas recentemente divulgadas a média de Serra (38%+32,7%+36%) seria 35,6%, enquanto Dilma (28%+32,4%+29%) teria média de 29,8%. A diferença das médias seria então de 5,8%. Com isso, duas coisas ficam bem evidentes: José Serra continua à frente de Dilma, e a pesquisa do Instituto Sensus parece ser algo bastante fajuto.


Observação:


Após esta postagem, o jornalista Ricardo Noblat escreveu também em seu blog sobre a média das pesquisas e felizmente, para mim, há uma coincidência. Ele também achou a média de 5,8% de diferença de Serra sobre Dilma, considerando os três institutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário