Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

11 de outubro de 2010

Dilma assiste missa em Aparecida pela primeira vez

Este é o título da notícia que está hoje no site do jornalista Claudio Humberto, cujo teor é o seguinte:

A candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT) assistiu nesta segunda (11), pela primeira vez, a missa no santuário Nossa Senhora Aparecida. Ela informou em entrevista que é devota de Nossa Senhora, especialmente Nossa Senhora Aparecida. "Queria estar aqui em Aparecida por causa de um problema recente de minha vida, que prefiro não comentar", disse, se referindo ao câncer que enfrentou recentemente. Ela chegou a Aparecida (SP) de helicóptero, entrou na Basílica por volta das 9h e ficou na primeira fileira, em uma área reservada diante do altar, sentada entre o chefe de gabinete pessoal do presidente Lula, Gilberto Carvalho, e o recém eleito deputado federal Gabriel Chalita (PSB), além de prefeitos e deputados da região. As informações são do Estadão.

Essa Súbita religiosidade de Dilma é que chama a atenção, principalmente pela versatilidade que a candidata de Lula demonstra. Quando sua doença, um câncer linfático, apareceu na campanha (quando ainda era antecipada e gerava multas do TSE para ela e o presidente), houve uma ampla divulgação e até alguns movimentos para repensar sua candidatura, com alguns petistas voltando a falar em terceiro mandato para Lula, preocupados na manutenção do Poder e, consequentemente, das "boquinhas" conseguidas por milhares de militantes em órgãos do Governo;

Acontece que também houve notícias eufóricas na mídia dando conta de uma cura do câncer de Dilma depois de sua presença num evento da Igreja Renascer, quando o "apóstolo" Hernandes, chefe daquela seita religiosa que andou sendo preso nos Estados Unidos por entrada ilegal de dólares naquele país,  orou por ela pedindo a Deus a cura da doença. Depois disso, os assessores da candidata petista andaram plantando notícias na imprensa dizendo que depois daquele evento a doença dela teve considerável diminuição, até mesmo podendo considerá-la curada;

Agora, Dilma se apresenta como católica fervorosa, só não indo a pé de São Paulo até Aparecida do Norte, só não fazendo a caminhada pelo fato do seu pé direito não estar em condições para isso. Certamente se José Serra afirmar que Dilma está sendo oportunista, ele vai ser tratado como disseminador de boatos e responsável por espalhar mentiras, como sua posição sobre o aborto e contradições posteriores, sobre a quadrilha familiar montada na Casa Civil por Erenice Guerra, seu "braço direito", a ponto de substituí-la no ministério, bem como por denunciar que servidores da Receita Federal violaram o sigilo fiscal de familiares dele e também de dirigentes tucanos. Está mais do que claro que a chuva de fatos sobre o que  Dilma pensou no passado e hoje pensa sobre aborto perturbou a candidata e preocupou o comando de sua campanha, daí essa repentina e conveniente religiosidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário