Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

1 de fevereiro de 2016

Notícias falsas e ameaças têm que ser investigadas

Não há nenhuma dúvida sobre a utilidade das redes sociais para que o povo fique informado sobre tudo que acontece no mundo. No Brasil, muita gente que antes era alienada hoje tem conhecimento dos fatos que podem afetar a vida das pessoas e a sua, notadamente os casos de corrupção, podendo tomar posição a favor do combate à mesma e exigir que aqueles que desviam dinheiro público sejam severamente punidos de acordo com a lei. Como exemplo, poderá a população se mobilizar contra a ridícula declaração da presidente Dilma de solicitar ao Congresso Nacional que aprove a recriação da famigerada CPMF, o famigerado e repudiado, 'imposto do cheque', que tira dinheiro do bolso da população para financiar as despesas do Governo criadas por seus próprios erros e pelos desvios de dinheiro público, em especial as propinas da Petrobras, apesar da violenta carga tributária que toma do contribuinte cerca de cinco meses da renda do seu trabalho;

Mas têm acontecido alguns fatos que comprovam a má utilização das redes sociais. Entre eles destaca-se a divulgação de notícias falsas, mas com aparência de verdadeiras, graças aos inescrupulosos criadores delas, que procuram às vezes até pânico. São falsos 'designers gráficos' que espalham preferencialmente no Facebook informações falsas atendendo aos seus interesses políticos ou pelo simples prazer de provocar pânico ou revolta. Nos últimos dias apareceu uma notícia na qual um dos filhos do ex-presidente Lula que se seu pai for preso por causa da Operação Lava-Jato a militância do PT seria convocada para sair às ruas e defender o líder político, inclusive usando a força. Contra quem? Outra notícia diz que um fanático petista conclama os militantes para pegarem em armas e impedir que isso aconteça;

Há, portanto, necessidade de que tais fatos sejam rigorosamente apurados. Se as notícias forem falsas, que sejam  punidos na forma da lei os que espalham esse tipo de informação. E se as ameaças forem verdadeiras, com mais rigor têm que ser punidos por afrontarem contra a democracia, pois se as investigações chegarem ao ponto de ser necessária a prisão de Lula terá sido dentro dos parâmetros da Justiça. Nada justifica que o país que já vive às voltas com inflação alta e desemprego de 10 milhões de trabalhadores tenha que conviver com a instabilidade da sua segurança. As redes sociais existem como um grande espaço democrático onde todos possam dar sua opinião sobre qualquer assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário