Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

1 de novembro de 2012

Criminoso condenado pelo Supremo pode ser empossado como deputado?

  • “Quem aplica o estatuto somos nós, imagino que José Genoíno queira assumir, ele tem mandato e é um direito dele”. Essa declaração é do presidente nacional do PT, Rui Falcão, dizendo que o ex-presidente do partido tem que assumir o mandato de deputado federal, em janeiro do ano que vem em que pesem as condenações, além de contrariar as normas do próprio partido, segundo as quais Genoíno e também José Dirceu e Delúbio Soares deveriam ser expulsos do PT. A atitude do partido governista através de seu dirigente máximo não deixa de ser uma afronta ao Supremo Tribunal Federal (STF). Some-se a tudo isso a notícia de que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, teria oferecido asilo aos chefões petistas condenados no processo do ‘Mensalão do PT’ e as especulações sobre uma possível decretação de indulto para eles a ser promovido pela presidente Dilma Rousseff;
  • Na realidade, se a Câmara dos Deputados der posse a alguém que acaba de ser condenado pelo STF será mais um passo para a desmoralização da classe política do país, além de total desrespeito pela nossa Corte Suprema, logo numa época em que o povo está tomando conhecimento da existência do Supremo, ao mesmo tempo em que o relator do processo do julgamento do ‘Mensalão do PT’, ministro Joaquim Barbosa, está se tornando numa figura nacional, com admiradores nas mais diversas classes sociais e em todas as faixas etárias. Essa atitude dos dirigentes petistas poderá se transformar num autêntico ‘tiro no pé’, com reflexos nas eleições de 2014, pois a maioria da população quer é ver na cadeia os réus condenados e não sendo alçados a líderes políticos e exercendo mandatos para os quais não foram sequer eleitos. Genoíno foi rejeitado pela eleitorado, tanto que é na verdade segundo suplente de seu partido;
  • O site do vereador eleito César Maia informa que Marco Aurélio Garcia, o famoso 'Top, Top', assessor de assuntos internacionais do governo Dilma Rousseff, foi incisivo ao criticar a mídia no julgamento do ‘Mensalão do PT’: "É isso: eu estou falando da TV Globo", disse ele em entrevista à rádio BandNews FM no domingo das eleições. "Houve concretamente uma tomada de posição por parte de analistas", o que, segundo ele, vai além dos limites de órgãos de concessão pública. "Vamos ter claro: não estou me referindo a jornais, mas a órgãos de concessão pública". Garcia referiu-se ao resumo que o 'Jornal Nacional' fez do 'Mensalão do PT' no dia 23 de outubro, quando mais da metade de seus 32 minutos foi dedicada a um balanço do julgamento. "Quando você tem uma emissora que dedica 19 minutos do seu principal noticiário para fazer um resumo do mensalão às vésperas do segundo turno (...) Não é uma questão que passa batido para nós". César Maia lembra que o PT estuda apoiar projeto de iniciativa popular para propor ao Congresso Nacional a regulação do setor audiovisual no país, ação que aconteceria em 2013, com a coleta de 1,5 milhão de assinaturas, número necessário exigido por lei. A notícia diz que o ex-presidente Lula já foi consultado, mas.ainda não deu sinal verde;
  • Uma carta do leitor Ronaldo Gomes Ferras, do Rio de Janeiro, na seção de cartas dos leitores na edição de hoje de 'O Globo' retrata muito bem o que está pensado boa parte da sociedade sobre tudo isso: "Se a posse de um criminoso condenado pela mais alta Corte do país ocorrer em nosso Congresso será um acontecimento criado pela desmoralizada classe política brasileira, e motivo de vergonha para o povo, perante o resto do mundo".

Um comentário:

  1. Notícia sobre a cura de Lula é mais um embuste jornalístico endossado pela imprensa amestrada.

    ucho.info

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário