Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

31 de outubro de 2012

Governo dá ordem e CPMI do Cachoeira acaba no final do ano

  • A notícia está no site UOL Notícias, na parte dedicada à Política e informa que integrantes da 'base aliada' do governo no Congresso Nacional conseguiram nesta quarta-feira colher assinaturas de 212 deputados e 34 senadores para prorrogar o prazo dos trabalhos da CPMI do Cachoeira até o final do ano legislativo, que se encerra em 22 de dezembro. A oposição queria um prazo maior, de 180 dias. A bancada governista, que é altamente majoritária, certamente seguiu orientação do Palácio do Planalto, que quer se livrar da comissão o quanto antes, pois no episodio da 'Dança dos Guardanapos', em Paris, ficou bastante evidente as fortes ligações do governador Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, com a empresa Delta Construções, que tinha na época vultosos contratos com o governo fluminense;
  • Se não fosse prorrogada, a CPMI do Cachoeira encerraria suas atividades no próximo dia 4, com a apresentação do relatório final, que não apuraria nada principalmente contra os governadores de Brasília, do PT. nem de Goiás, do PSDB, e muito menos contra Sérgio Cabral, do PMDB, aliado da presidente Dilma Rousseff. Somente depois da checagem das assinaturas, é que a CPMI será oficialmente  prorrogada, sendo bom lembrar que as Mesas Diretoras da Câmara e do Senado não têm prazo regimental para a conferência das assinaturas. Durante os 48 dias, que se completam no final destge ano, o relator da CPMI elaborará seu relatório final, que certamente será aprovado pela maioria dos integrantes da comissão;
  • O requerimento de aumento de 48 dias foi protocolado por volta das 12 horas de hoje pelo chefe de gabinete da liderança do PT na Câmara dos Deputados, Marcos Braga. Caso a oposição queira impor o prazo de 180 dias, vai ter que entregar as assinaturas até a meia-noite do próximo domingo. É mais fácil o Palmeiras, que tanto preocupa o corintiano Lula, não cair para a Segunda Divisão do que a oposição conseguir assinaturas de integrantes da 'base agachada'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário