Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

29 de outubro de 2011

Será que São Paulo vai eleger o 'prefeito' do Enem?

Lula sem poder falar, deixa Haddad falando sozinho
O ex-presidente Lula tem insistido em estimular a candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, a prefeito de São Paulo pelo PT, passando até por cima das pretensões da senadora Marta Suplicy, também do PT, que manifestou desejo de concorrer à sucessão do prefeito Geraldo Kassab, do PSD. O preferido de Lula está se tornando num verdadeiro campeão de trapalhadas na aplicação das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Já foram quatro episódios, incluindo-se o deste ano, sempre com vazamento de questões e quebra de sigilo das questões das provas. Agora mesmo foi constatada uma coincidência de questões que eram do conhecimento de estudantes de uma escola de Fortaleza (CE), totalmente iguais às que foram aplicadas no Enem. A Justiça mandou que os mais de 600 alunos do Colégio Cristus façam outra prova. Outras ações pedem a anulação das provas em todo o Brasil. Isso já provocou reações. Após a denúncia de que questões do Enem 2011 teriam vazado na escola de Fortaleza, usuários das redes sociais voltaram a postar comentários preconceituosos contra os nordestinos;

Isso também é um absurdo, tanto quanto as constantes falhas do Enem, anualmente repetidas nos últimos quatro anos. E é esse 'gestor' que Lula pretende enfiar pela goela dos petistas de São Paulo. Esse cidadão não tem demonstrado muita capacidade para gerenciar nada, muito menos uma cidade que tem o terceiro maior orçamento público do País - os maiores são os da União e do Estado de São Paulo -, com Haddad podendo vir a dispor de bilhões de reais mas que, pelo que tem acontecido no Ministério da Educação (MEC), não é para se ter esperança de que os paulistanos irão usufruir de melhores dias a partir de 1º de janeiro de 2013. Outro fator desfavorável em relação a Haddad está no 'patrocínio' de Lula. Ultimamente o ex-presidente tem sido ferrenho defensor de ministros que praticaram 'malfeitos' e acabaram sendo obrigados a pedirem exoneração dos cargos, como foi o caso recente de Orlando Silva, já substituído no Ministério do Esporte;

O noticiário de hoje dá conta de que Lula está com um tumor na laringe e que terá que fazer quimioterapia. A hora é de solidariedade ao ser humano. Se há necessidade da quimioterapia, é porque o tumor é maligno. Aliás, um outro tipo de tumor não pode nunca ser chamado de benigno, pois não há nada de benéfico no mesmo. Com certeza Lula será obrigado a ficar calado por um longo período, e assim sendo dará espaço para que Marta Suplicy e outros petistas mais competentes busquem votos para que um deles seja escolhido como candidato do PT à Prefeitura de São Paulo. Afinal, os paulistanos merecem ser dirigidos por um prefeito mais competente do que alguém que vem se especializando em trapalhadas. E por falar, em Enem, não há porque ser anulada a prova de apenas 600 estudantes cearenses. Do jeito que Haddad administra o MEC, quem pode garantir que não aconteceram outros vazamentos pelo Brasil a fora?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário