Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

14 de outubro de 2011

Autoridades têm culpa pelas explosões no Rio de Janeiro

Mais uma explosão por conta das autoridades
O Rio de Janeiro continua voando pelos ares. Depois dos bueiros da Light, agora é a vez de um restaurante irregular explodir matando três pessoas e ferindo mais 17. Houve também recentemente o grave acidente com o bonde de Santa Tereza, também matando algumas pessoas  Tanto nas explosões da Light como na do restaurante, o que se comprova é a falta de fiscalização adequada por parte dos órgãos responsáveis. No caso dos bueiros, custou para os órgãos públicos observarem que curto circuito de energia elétrica (certamente por causa de material com validade vencida) não causa explosão a não ser que haja gás acumulado no local. Custaram e determinar que a Companhia Estadual de Gás (CEG) tinha também responsabilidade nas explosões, e aí mandaram a companhia também cuidar em melhorar sua rede de distribuição;

Na mais recente explosão, vemos que houve uma tremenda omissão principalmente por parte da Prefeitura do Rio de Janeiro. Como pôde aquele restaurante funcionar durante tanto tempo ser ser fiscalizado pelo Município? Sabe-se que um alvará provisório era tão 'provisório' quanto o 'P' da famigerada CPMF - que por sinal já se foi e nem vai voltar -, e esse alvará foi expedido e renovado sem que fossem fiscalizadas suas condições de funcionamento. Por outro lado, o Corpo de Bombeiros expediu laudo desaconselhando o uso de gás tanto de botijões como em rede, mas depois disso nunca mais voltou ao local para saber sua a exigência foi atendido. Pelas proximidades com o quartel central da corporação, é até provável que alguns integrantes tenham até feito alguma refeição por lá;

Três vidas foram ceifadas e a responsabilidade criminal, seja ela culposa ou dolosa, cabe ao proprietário do restaurante, mas não podem ser esquecidas as responsabilidades também de quem deixou o estabelecimento funcionar pondo em risco as vidas tanto de funcionário como de frequentadores e, o que é pior, até de quem nem ali estava, como foi o caso no bancário que passava em frente ao prédio e que foi atirado longe, morrendo de forma estúpida. A cada dia que passa vê-se que os órgãos públicos de pouco servem para beneficiar a população, e esta precisa cuidar de melhor escolher aqueles a quem estejam dando o poder de representá-la, seja no Executivo ou no Legislativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário