Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

28 de maio de 2017

Miquéias, profeta do século VIII a.C, já falava do Brasil na Bíblia

“Todos estão prontos para fazer o que é mau. Autoridades exigem dinheiro por fora, e juízes recebem presentes para torcer a justiça. Os poderosos contam como vão satisfazer os seus maus desejos. Todos planejam fazer coisas más.” (Miquéias 7:3). Estão faltando Bíblias nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário? Ou será que Miquéias escreveu isso há poucos dias? Convém lembrar que Miquéias é um personagem bíblico, profeta do século VIII a.C. Este versículo está bastante atual se levarmos em conta o que vem sendo revelado ao Brasil nos últimos dias. É triste, mas o que vemos nos últimos dias em Brasília é a tentativa e o esforço de parlamentares para aprovação de projeto de lei que conceda anistia a ex-presidentes da República que tenham cometido ‘malfeitos’, como Fernando Henrique, Lula, Dilma e Temer, evitando que sejam presos. Também buscam aprovar lei anistiando atuais e antigos parlamentares que utilizaram dinheiro proveniente de ‘Caixa 2’ em campanhas eleitorais já apuradas e nas que venham a ser descobertas. Também não é nada interessante sabermos que dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes e Dias Toffoli – aquele que não nega sua condição de petista desde o julgamento do ‘Mensalão do PT’ –, maquinando uma mudança de decisão do STF estabelecendo que qualquer condenado em 1ª instância poderá ser preso após confirmação da pena em 2ª instância. Gilmar Mendes quer que a decisão final caiba a uma terceira instância. Se tal medida for aprovada, ela terá efeito de um tiro na Operação Lava-Jato, porque a grande maioria dos que estão atrás das grades arguirá isonomia, sendo soltos e podendo até destruir provas que impeçam a conclusão de futuras investigações. Pela forma correta como vem se comportando, esperamos que a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia sequer coloque em pauta tal absurdo  Caso contrário, só nos restará seguir o que disse um dia o escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues: sentar no meio-fio e chorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário