Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

17 de maio de 2017

Em quem votaríamos em 2018? As opções não são nada interessantes

Não é nada tranquila a situação do Brasil em relação à escolha que deverá fazer em 2018, que é a de eleger o presidente da República. Os quatro últimos titulares da presidência da República, Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer, assumiram o cargo mais elevado do país sem nenhuma experiência como gestores, até mesmo no setor privado. A coisa está tão séria, que com apenas quatro meses de gestão, o prefeito de São Paulo, João Doria, do PSDB, aparece à frente dos pré-candidatos de seu partido, Geraldo Alckmin, José Serra e Aécio Neves. Menos mal, porque Doria pelo menos é um empresário bem sucedido. Porém, sem nenhuma experiência em gestão pública. A dúvida persiste: em quem vamos votar, se há um grande número de políticos experientes, mas que estão enrolados em casos de corrupção? O futuro do Brasil é, infelizmente, totalmente incerto. Embora existam governadores com administrações desastradas – o governador Pezão, do Rio de Janeiro, é o maior exemplo dessa turma –, há um grande número deles com suas gestões bem avaliadas depois de um ou dois mandatos à frente de seus respectivos estados. Eles alcançaram sucesso ao manterem as contas equilibradas, promoveram o crescimento dos estados, além de outros fatos relevantes. Talvez esteja entre eles uma possibilidade de escolha sem corrermos riscos. Para finalizar, a ideia do prefeito João Doria de que se concorrer à Presidência da República gostaria de enfrentar o ex-presidente Lula e derrotá-lo nas urnas, sem que o petista tivesse a desculpa de ter sido impedido pela Justiça de poder participar da eleição. Mas haveria também a probabilidade de Lula se eleger. Aí, seria o que Deus quisesse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário