Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

18 de maio de 2017

A ‘metralhadora giratória’ da Lava-Jato alveja Michel Temer e Aécio Neves

O jornalista Lauro Jardim, de “O Globo”, provocou um rebuliço no país ontem à noite, fazendo com que o Senado Federal e a Câmara dos Deputados suspendessem seus trabalhos, além de provocar uma correria de ministros até o Palácio do Planalto para uma reunião de urgência, visto que o presidente Michel Temer aparece nas gravações em situação nada republicana. Tratava-se da delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do frigorífico JBS, que levantou suspeita sobre políticos e um procurador da República. Lauro Jardim informou que o dono da JBS gravou Temer dando aval para comprar o silêncio de Eduardo Cunha. De outro lado, cai por terra a corriqueira afirmação dos seguidores do ex-presidente Lula de que havia uma seletividade na divulgação de depoimentos de delatores, com o objetivo de afastar o líder petista das eleições de 2018. O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), mandou afastar o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), do mandato de senador. O magistrado, no entanto, optou por não decretar o pedido apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para prender o parlamentar tucano. Já tem gente sendo presa, como a irmã de Aécio e sua principal assessora Andréia. Certamente muita gente não dormiu esta noite, e o dia de hoje promete ser de fortes emoções. Alguns aliados de Temer estão sugerindo sua renúncia, o mesmo ocorrendo com membros do PSDB sugerindo que Aécio Neves se afaste da presidência do partido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário