Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

2 de janeiro de 2010

Congresso tem 594 integrantes, mas 616 recebem salários

Vejam que absurdo: além de arcar com salários de 513 deputados e 81 senadores, o Congresso Nacional gasta mais R$ 4,3 milhões por ano com os vencimentos de 22 parlamentares licenciados para ocupar cargos em secretarias municipais e estaduais, ministérios e prefeituras. Isso é o que informa hoje, em reportagem de Maria Clara Cabral no site da "Folha de São Paulo" (leia matéria completa no site Folha Online);

A reportagem esclarece que o fato acontece porque o salário mensal de um senador ou deputado é de R$ 16,5 mil, um valor mais alto do que a maioria dos salários nos Executivos federal, estaduais ou municipais. Daí os parlamentares optarem pelos seus rendimentos na Câmara ou no Senado. O pior é que quando voltam ao Congresso, os licenciados também têm direito ao benefício do auxílio do mandato. Na Câmara, o auxílio varia de R$ 23 mil a R$ 34,2 mil por mês, dependendo do Estado do parlamentar. Quem volta à Casa tem direito a benefício proporcional aos dias trabalhados como deputado;


Convém destacar que o fato ocorre em outras esferas do Legislativo, ou seja, nas Assembleias Legislativas e nas Câmaras Municipais. Em quase todos os Estados e na maioria dos Municípios, deputados estaduais e vereadores também continuam recebendo seus subsídios e demais vantagens quando chamados a exercer cargos de secretários estaduais ou municipais. Vê-se, por aí, o quanto nenhum dos entes governamentais cuidam do dinheiro público.

Um comentário:

Não saia do Blog sem deixar seu comentário