Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

17 de novembro de 2009

Projeto Ficha Limpa patina na Câmara

Em 3 de junho deste ano, foi feita neste Blog uma postagem sobre parlamentares (deputados federais e senadores) com processos tramitando no Supremo Tribunal Federal (STF). Eram 150 parlamentares com 318 ações e inquéritos, destacando-se o deputado Neudo Campos (PP-RR), com 11 ações penais e 10 inquéritos, para que os eleitores julgassem se os mesmos mereciam continuar como representantes do povo a partir de 2011;

Há pouco tempo, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) entregou à Câmara dos Deputados um projeto, de iniciativa popular, com mais de 1 milhão e 300 mil assinaturas. A proposição era para que seja obrigatória a existência de "ficha limpa" dos candidatos a cargos eletivos, já a partir da próxima eleição, ou seja, seria considerado inelegível aqueles que tenham sido condenados mesmo que em primeira instância. E ainda mais com o projeto prevendo a inelegibilidade de quem apenas responda a processo por abuso do poder econômico, lavagem de dinheiro e crimes contra a economia populares e a administração pública, aí mesmo é que fica difícil a sua aprovação, pois a nova lei estaria impedindo "ações" futuras dos atuais "fichas limpas";

Será necessário que o projeto seja aprovado até junho do ano que vem para que as novas regras sejam observadas nas eleições de 2010. No entanto, principalmente pelo fato do projeto de lei estabelecer que os candidatos de "ficha suja" seriam impedidos de concorrer em eleições por um período de oito anos, certamente está funcionando um forte corporativismo para evitar que 318 parlamentares sejam impedidos de tentar a reeleição. Um grupo de grande número de parlamentares certamente conta com o apoio dos demais, muitos deles com certeza podendo a qualquer momento aumentar essa lista;

Pata que não caiam no esquecimento, divulgamos a seguir os nomes dos "ilustres" representantes do povo que estão respondendo a processo do STF, para que os eleitores prestem bastante atenção na hora de votar no ano que vem, pois tais indivíduos não merecem essa honrosa missão de representar o povo, ressaltando a "atuação" do deputado
Neudo Campos (PP-RR), recordista absoluto de ações no Supremo:

Deputados:
Abelardo Camarinha (PSB-SP)
Abelardo Lupion (DEM-PR)
Ademir Camilo (PDT-MG)

Aelton Freitas (PR-MG)

Alceni Guerra (DEM-PR)
Alfredo Kaefer (PSDB-PR)

Aline Corrêa (PP-SP)
Aníbal Gomes (PMDB-CE)
Antônio Palocci (PT-SP)

Armando Abílio (PTB-PB)

Armando Monteiro Neto (PTB-PE)

Arnon Bezerra (PTB-CE)

Arolde de Oliveira (DEM-RJ)

Asdrúbal Bentes (PMDB-PA)

Augusto Farias (PTB-AL)

Barbosa Neto (PDT-PR)

Beto Mansur (PP-SP)

Bispo Gê Tenuta (DEM-SP)

Bonifácio Andrada (PSDB-MG)

Carlos Alberto Canuto (PMDB-AL)

Carlos Bezerra (PMDB-MT)

Cassio Taniguchi (DEM-PR)

Celso Russomanno (PP-SP)

Ciro Nogueira (PP-PI)

Cléber Verde (PRB-MA)

Clóvis Fecury (DEM-MA)

Dalva Figueiredo (PT-AP)

Dagoberto Nogueira Filho (PDT-MS)

Edmar Moreira (sem partido-MG)

Edson Ezequiel (PMDB-RJ)

Eduardo Gomes (PSDB-TO)

Eduardo Sciarra (DEM-PR)

Eliene Lima (PP-MT)
Eliseu Padilha (PMDB-RS)

Emanuel Fernandes (PSDB-SP)

Enio Bacci (PDT-RS)

Ernandes Amorim (PTB-RO)

Fábio Faria (PMN-RN)

Fernando Chiarelli (PDT-SP)

Fernando de Fabinho (DEM-BA)

Flaviano Melo (PMDB-AC)

Francisco Rodrigues (DEM-RR)

Francisco Tenório (PMN-AL)
Geraldo Pudim (PMDB-RJ)

Geraldo Simões (PT-BA)

Gervásio Silva (PSDB-SC)

Giacobo (PR-PR)

Giovanni Queiroz (PDT-PA)

Jackson Barreto (PMDB-SE)

Jader Barbalho (PMDB-PA)

Jairo Ataíde (DEM-MG)

Jerônimo Reis (DEM-SE)

Jilmar Tatto (PT-SP)

João Magalhães (PMDB-MG)

João Paulo Cunha (PT-SP)

Jorginho Maluly (DEM-SP)

José Edmar (PR-DF)
José Genoino (PT-SP)

José Mentor (PT-SP)

José Linhares (PP-CE)

José Otávio Germano (PP-RS)

Júlio César (DEM-PI)

Júlio Semeghini (PSDB-SP)

Jurandil Santos (PMDB-AP)

Juvenil Alves (PRTB-MG)

Laerte Bessa (PMDB-DF)

Lázaro Botelho (PP-TO)

Leandro Sampaio (PPS-RJ)

Léo Alcântara (PR-CE)

Leonardo Quintão (PMDB-MG)

Lindomar Garçom (PV-RO)

Lira Maia (DEM-PA)

Luciana Genro (Psol-RS)

Luciano Pizzatto (DEM-PR)

Luiz Bittencourt (PMDB-GO)

Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB-ES)

Magela (PT-DF)

Manoel Salviano (PSDB-CE)

Marcelo Castro (PMDB-PI)

Márcio Junqueira (DEM-RR)

Márcio França (PSB-SP)

Márcio Reinaldo (PP-MG)

Mário de Oliveira (PSC-MG)

Maurício Trindade (PR-BA)

Michel Temer (PMDB-SP)

Natan Donadon (PMDB-RO)

Nelson Bornier (PMDB-RJ)

Nelson Goetten (PR-SC)

Nelson Meurer (PP-PR)


Neudo Campos (PP-RR)

Ação Penal 468 – formação de quadrilha ou bando e peculato.

Ação Penal 456 – formação de quadrilha ou bando e peculato. Corre em segredo de Justiça
Ação Penal 453 – crime contra a administração pública. Peculato.
Ação Penal 485 – crime contra a administração pública. Peculato.
Ação Penal 457 – formação de quadrilha ou bando e peculato.
Ação Penal 459 – crime contra a administração pública. Peculato.
Ação Penal 452 – crime contra a administração pública. Peculato.
Ação Penal 468 – formação de Quadrilha. Peculato.
Ação Penal 500 – crime contra a administração pública. Peculato.
Ação Penal 505 – peculato.
Ação Penal 506 – formação de quadrilha ou bando e peculato.
Inquérito 2464 – crime contra a administração pública. Peculato.
Inquérito 2489 – crime contra a administração pública. Peculato.
Inquérito 2492 – crime contra a administração pública. Peculato.
Inquérito 2627 – crime contra a administração pública. Peculato.
Inquérito 2647 – crimes de Responsabilidade e contra a Lei de Licitações.
Inquérito 2715 – captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral.
Inquérito 2710 – crimes contra a Lei de Licitações.
Inquérito 2735 – formação de quadrilha, peculato.
Inquérito 2743 – formação de quadrilha, peculato.
Inquérito 2746 – formação de quadrilha, peculato.

Nilmar Ruiz (DEM-TO)
Olavo Calheiros (PMDB-AL)

Osvaldo Reis (PMDB-TO)

Paulo Pereira da Silva (PDT-SP)

Paulo Rocha (PT-PA)

Paulo Maluf (PP-SP)

Paulo Magalhães (DEM-BA)

Pedro Henry (PP-MT)

Pedro Wilson (PT-GO)

Raul Jungmann (PPS-PE)

Rebecca Garcia (PP-AM)

Renato Amary (PSDB-SP)

Ricardo Barros (PP-PR)

Roberto Balestra (PP-GO)

Roberto Britto (PP-BA)

Roberto Rocha (PSDB-MA)

Rogério Marinho (PSB-RN)

Rômulo Gouveia (PSDB-PB)

Sandro Mabel (PR-GO)

Saraiva Felipe (PMDB-MG)

Sebastião Bala Rocha (PDT-AP)

Sérgio Moraes (PTB-RS)

Sérgio Petecão (PMN-AC)

Silas Câmara (PSC-AM)

Silvio Costa (PNM-PE)

Silvio Lopes (PSDB-RJ)

Solange Almeida (PMDB-RJ)

Sueli Vidigal (PDT-ES)

Takayama (PSC-PR)

Tatico (PTB-GO)

Tonha Magalhães (PR-BA)

Uldurico Pinto (PMN-BA)

Urzeni da Rocha (PSDB-RR)

Vadão Gomes (PP-SP)

Valdemar Costa Neto (PR-SP)

Vitor Penido (DEM-MG)

Wladimir Costa (PMDB-PA)

Wellington Roberto (PR-PB)

Zé Gerardo (PMDB-CE)


Senadores
:

Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)

Eduardo Azeredo (PSDB-MG)
Fernando Collor (PTB-AL)

Flexa Ribeiro (PSDB-PA)

Gim Argello (PTB-DF)

Gilvam Borges (PMDB-AP)

Jayme Campos (DEM-MT)

João Ribeiro (PR-TO)
Leomar Quintanilha (PMDB-TO)
Lúcia Vânia (PSDB-GO)

Mão Santa (PMDB-PI)

Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR)

Marconi Perillo (PSDB-GO)

Mário Couto (PSDB-PA)

Renan Calheiros (PMDB-AL)

Rosalba Ciarlini (DEM-RN)

Romero Jucá (PMDB-RR)

Valdir Raupp (PMDB-RO)
Wellington Salgado de Oliveira (PMDB-MG)

3 comentários:

  1. Voces estão bem da cabeça? Sim, porque alguem em seu juizo perfeito jamais aprovaria alguma coisa que viesse contra si mesma. Esse projeto só poderia prosperar por outras vias.

    ResponderExcluir
  2. Parabens Airton, precisamos fazer esses deputados aprovarem logo a "nossa lei eleitoral", sei que vai ser dificil, mas cedo ou tarde eles devem desengavetar o projeto, afinal foram 1,3 milhoes de assinaturas.
    Nos Cavaleiros Andantes precisaomos ser respeitados.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigo. Peço permissão para propagandear novas pesquisas em meu blog. Face aos últimos acontecimentos, qual a similaridade que você vê entre Lula, Césare Battisti e Mahmoud Ahmadinejad e se você pudesse rebatizar o épico da dramaturgia estatal "Lula, o filho do Brasil", que novo nome você daria ao filme? Participem das mais novas enquetes do Blog do Clausewitz, mas votem logo antes que meu blog seja censurado pela Conferência Nacional de Comunicação (Confecom). Se acharem interessantes os temas abordados nas 5 enquetes, divulgue-as..

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário