Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

14 de dezembro de 2012

Dilma 'morde-e-assopra' e faz jogo duplo nos vetos à lei dos royalties

  • Concluímos facilmente que a presidente Dilma Rousseff está se comportando nesse episódio do veto à lei dos royalties como um perfeita 'morde-e assopra'. Vetou a parte que tirava dos estados produtores o que hoje lhes é devido, ficando bem três estados, e sorri para os 24 restantes, lavando as mãos no que diz respeito à possibilidade de rejeição aos seus vetos. Como é por demais sabido, a 'base aliada' do Governo no Senado e na Câmara tem aprovado tudo o que Dilma quer. Quando há qualquer borborinho para a votação de alguma proposição de interesse do Palácio do Planalto, basta a presidente ameaçar não liberar as famosas emendas parlamentares para que todos mudem de posição. Quando, ao contrário, é utilizada a liberação das emendas, a votação favorável ao Governo é quase unânime. Dilma Rousseff não está se utilizando desse expediente, o que demonstra claramente que ela está fazendo um verdadeiro jogo duplo;
  • Com essa história de dizer que não pode mais fazer nada, Dilma 'joga para a arquibancada', iludindo o povo dos estados produtores e ao mesmo tempo deixa por conta da ganância descontrolada dos parlamentares dos demais estados a tarefa de causar enormes prejuízos ao Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo por conta dos deputados e senadores dos 24 estados interessados em obter mais dinheiro em seus cofres, pouco se importando com as garantias constitucionais que certamente serão presenrvadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que já está recebendo ações tentando até anular a votação de um requerimento de urgência urgêntissima, que parece ter sido aprovado quebrando regras estabelecidas no Regimento Interno do Congresso, além de outras que visam a garantia do direito adquirido dos estados prejudicados;
  • Já temos o julgamento do 'Mensalão do PT' caminhando para o seu final. Está para ser resolvido finalmente o problema da cassação dos mandatos dos deputados federais já condenados à prisão. Está a todo vapor o caso da 'namorada' de Lula, Rose, e os integrantes da quadrilha que andou fraudando muitos casos já do conhecimento geral. O Governo menospreza as atribuições do Poder Legislativo e legisla através de Medidas Provisórias (MPs), poder esse que aceita passivamente esse tipo comportamento do Executivo. Está chegando o tempo em que não mais veremos nada sendo votado pela Câmara ou Senado, pois as atribuições das duas Casas serão repassadas pala o Supremo.

Um comentário:

  1. Anônimo disse...


    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/


    Assistam vocês também, idiotas descartáveis usados e abusados por este estrume ambulante.

    16/12/12 15:51

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário