Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

7 de agosto de 2012

Tática dos mensaleiros é desmentir hoje as verdades do passado

  • Há algum tempo apareceu uma piadinha da Internet que contava a história de um avião tansportando deputados e senadores que havia caído numa floresta de Goiás. Quando uma equipe de busca e salvamento conseguiu chegar ao local notou que não havia nenhum corpo nos destroços do avião. Localizado um fazendeiro próximo ao local da queda, foi-lhe perguntado se havia sobreviventes e ele respondeu que havia sepultado todos os passageiros do avião. O fazendeiro foi advertido de que não poderia ter feito aquilo, pois poderia existir algum dos passageiros com vida. O fazendeiro relatou então que alguns deles disseram que estavam vivos, mas que ele os havia sepultado assim mesmo. Indagado por que os enterrou mesmo assim, o fazendeiro respondeu: "Não acreditei no que eles diziam, porque político mente muito";
  • A declaração daquele 'fazendeiro' parece estar sendo confirmada, de certo modo, pelos advogados dos reús do processo do 'Mensalão do PT' nas primeiras defesas apresentadas no julgamento que acontece no Supremo Tribunal Federal (STF). Parece que nada aconteceu, que ninguém fez nada, que tudo seria mesmo uma obra de ficção. O que fica na memória de muitos são as declarações dadas por muitos em 2005, quando o 'Mensalão do PT' foi denunciado por Roberto Jefferson, que agora são desmentidas pelos declarantes através de seus advogados defensores. Com relação a José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil do ex-presidente Lula, querem nos fazer crer que ele era um simples burocrata naquela sala que fica ao lado do gabinete presidencial, sem nenhuma influência nas ações governamentais, logo ele que era chamado de super-ministro, tendo chegado ao ponto de declarar em certa ocasião: "Meu Governo não se rouba nem deixa roubar";
  • Se José Dirceu não era o que o procurador-geral da República diz em sua acusação, por qual razão foi exonerado do ministério depois da denúncia e ainda teve cassado seu mandato de deputado federal do PT, com votos da 'base aliada' do Governo? Se o "Mensalão do PT' não existiu, qual o motivo de Lula pedir desculpas ao povo em rede nacional de TV e declarar-se traído, pois não sabia de nada? Os demais estão tirando o corpo fora e muita gente acredita que as manobras jurídicas levarão os indiciados à absolvição de muitos, além da prescrição de outros pelos 'malfeitos' que praticaram. Acrescente-se a isso a desconfiança que existe em relação a alguns dos oito 'ministros petistas' do Supremo. Fica numa grande massa a esperança de que o STF acabe de uma vez com essa desconfiança e, ao contrário, transmita ao povo a ideia de que ali está realmente uma Corte que seja uma verdadeira guardiã da Lei na qual o povo possa confiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário